GOVERNO » Legislação

Lei de Informática: Governo quer preservar pesquisa, mas avalia mexer no PPB

Luís Osvaldo Grossmann ... 05/07/2018 ... Convergência Digital

A Câmara dos Deputados começou a discutir a necessidade de ajustes na Lei de Informática, enquanto o Brasil aguarda o resultado do recurso apresentado contra a decisão da OMC, que exige mudanças nos incentivos fiscais. E em meio a defesa que as empresas fizeram da importância da legislação, o governo sinalizou um razoável otimismo sobre o resultado final, ao tratar do tema em audiência da Comissão de Ciência e Tecnologia nesta quinta, 5/7. 

 “Ao mesmo tempo que nos defendemos na Organização Mundial do Comércio temos que discutir eventuais aperfeiçoamentos que podem ser necessários. Temos que fazer um Plano B para o caso de não termos sucesso. Mas as notícias são boas. Temos a impressão de que vamos conseguir sensibilizar a OMC de forma a fazer ajustes rotineiros na Lei, sem necessidade de  mudanças profundas”, afirmou o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab.

Gente que acompanha de perto o processo diz que esse otimismo se deve a chance de algum sucesso no recurso. Dos três ‘juízes’ já teríamos uma posição relativamente favorável aos argumentos brasileiros, uma contrária e outra indefinida. Mas se é melhor que a derrota formalizada em meados de 2017, ainda exige o que o ministro chamou de Plano B, a revisão da Lei 8.248/91.

Daí a indicação feita pelo secretário de políticas digitais do MCTIC, Thiago Camargo, de que as mudanças devem se concentrar na produção, preservando os incentivos à pesquisa. “Não vamos abrir mão do papel do governo de incentivar P&D no Brasil. Independentemente do resultado que venha da OMC, não existe impeditivo para incentivos à pesquisa e desenvolvimento. Portanto, em qualquer oportunidade de melhoria da Lei a partir das decisões da OMC o governo vai continuar garantindo benefícios para quem investe em P&D.”


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Félix Mendonça Junior (PDT-BA) é o novo presidente da CCT da Câmara

Parlamentar que dar atenção especial  para a discussão da chegada do 5G no Brasil e também nas novas tecnologias, entre elas, o reconhecimento facial.

Dataprev registra aumento de 10% no lucro e alcança R$ 151 milhões em 2018

Segundo relatório da administração, receitas cresceram 2,9%, enquanto os custos subiram 2%. Investimentos chegaram a R$ 182 milhões. Maior parte dos recursos foi gasto em segurança da Informação e nas licenças Oracle. Governo deve quase R$ 400 mil reais à estatal.

Ex-VP de TI da Vivo assume comando da Dataprev

Christiane Edington, que ficou oito anos à frente da área de tecnologia da operadora, tomou posse na quinta, 28/2, durante reunião do conselho de administração da estatal.

Telebras vai agir para ser lucrativa e não ser vendida no Governo Bolsonaro

“Queremos implantar parcerias e empreender novos ritmos, com metas atingíveis e consolidar o nome da Telebra”, afirmou o novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior, em primeiro encontro com funcionários. Ministro Marcos Pontes participou da reunião.

Servidores da Dataprev fazem abaixo-assinado contra privatização

Documento digital defende que estatal dá lucro há mais de uma década e controla dados previdenciários de 35 milhões de brasileiros.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G