TELECOM

TV paga: Modelo não muda e sangria de assinantes já dura três anos e meio

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/07/2018 ... Convergência Digital

O mercado brasileiro de televisão por assinatura terminou o mês de maio deste 2018 com um total de 17.855.020 contratos ativos. Depois de um período de expansão com a entrada das operadoras de telecomunicações no segmento, em fins de 2011, a TV paga brasileira encolhe há três anos e meio, período em que perdeu praticamente 10% da base de assinantes.

O pico do mercado foi em novembro de 2014, quando o setor contava com 19,81 milhões de assinantes, depois de uma expansão de quase 50% da base a partir da vigência da Lei 12.485/11. Desde então, foram-se 1,95 milhão de acessos ativos, ou 9,8% desde o pico. Apenas na passagem de abril para maio deste ano, o recuo foi de 52,3 mil acessos.

O resultado dessa sangria é a falta de mudança no modelo de contratação dos serviços - os consumidores não têm direito a escolher seus pacotes ou montar sua programação, de acordo com a sua preferência ou condições de pagamento e a consolidação das OTTs, como Netflix e os seus derivados, com pacotes mais flexíveis e com custo muito abaixo da TV paga.

De acordo com os dados da Anatel,  a Net/Claro concentra sozinha metade do mercado, ou 8,9 milhões de assinantes. É seguida pela Sky, com 29% do total, ou 5,2 milhões de acessos. Oi e Telefônica disputam a terceira posição, cada uma com 8% do mercado e 1,5 milhões de clientes.


Internet Móvel 3G 4G
Indústria de TICs brasileira sinaliza apoio à Huawei

Embora procurem evitar falar oficialmente, a maior parte dos fornecedores diz que vai defender a fabricante  caso o governo Bolsonaro decida seguir a política do governo Trump e decida excluir a empresa chinesa das redes nacionais. "No Brasil, teríamos problemas sérios de infraestrutura. A Huawei está em todas as operadoras", disse um empresário.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Claro faz piloto com roteadores de baixa latência

Carlos Camardella, consultor da operadora, diz que iniciativa terá duração de seis meses e é voltada para sincronizar os equipamentos de forma a garantir o melhor serviço ao consumidor.

Anatel já bloqueou 103 mil celulares ‘piratas’ só em Brasília e Goiás

A partir de sábado, 8/12, sistema começa a desativar das redes aparelhos sem registro em mais 10 estados do país. São considerados irregulares os aparelhos sem IMEI, o código internacional que identifica cada aparelho, adotado como registro que supostamente garante que um aparelho não é falsificado ou teve o código adulterado.

TV paga: ou muda ou fica pequena no Brasil

Sangria de assinantes continua permanente, muito por conta da massificação dos serviços de streaming, que propõem um novo modelo de relação com o consumidor. Claro/Net, Vivo e Sky registraram queda na base. Oi foi a única que registrou adições positivas.

STJ anula prova pelo WhatsApp por considerar que extrapola ‘grampo’

Para o Tribunal, medida vai além da interceptação telefônica por permitir coleta de conversas anteriores à autorização judicial e mesmo criação de novos conteúdos.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G