Home - Convergência Digital

Qualcomm é primeira vítima da guerra travada entre EUA e China

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 26/07/2018

Fracassou a compra da NXP Semicondutores pela Qualcomm, fazendo da desenvolvedora de chips americana a primeira vítima da guerra comercial que o governo de Donald Trump abriu contra a China. Sem sinalização positiva das autoridades antitrustes chinesas dentro do prazo estipulado, o negócio de US$ 47 bilhões anunciado ainda em 2016.

A NXP é a principal fornecedora de chips automotivos do mundo. A empresa é holandesa, mas tem dois terços de suas receitas na China, o que implicou em uma autorização do Ministério do Comércio daquele país para que as tratativas fossem adiante. A oferta, inicialmente de US$ 38 bilhões, cresceu para US$ 47 bi depois de a NXP reclamar que o valor era muito baixo.

Como o ok do governo chinês não veio, a Qualcomm confirmou que vai pagar os US$ 2 bi de ‘multa’ à NXP pela não concretização do negócio. “Obviamente fomos atingidos por algo que está acima de nós”, afirmou o  presidente da empresa americana Steve Mollenkopf. A NXP anunciou a recompra de US$ 5 bilhões em açõe para compensar os investidores.

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/05/2019
Após três anos em alta, ganhos em semicondutores vão cair 7,2% em 2019

09/08/2018
Intel vendeu US$ 1 bilhão em chips de inteligência artificial

26/07/2018
Qualcomm é primeira vítima da guerra entre os EUA e a China

26/07/2018
Qualcomm é primeira vítima da guerra travada entre EUA e China

03/04/2018
Apple planeja trocar Intel por chips próprios nos Macs

07/03/2018
Finep e BNDES querem garantias para novo aporte na Unitec Semicondutores

15/02/2018
Qualcomm e Broadcom se reúnem para tratar de fusão

09/02/2018
Qualcomm: compra pela Broadcom pode levar a perda de clientes

31/01/2018
Samsung supera Intel e é maior fabricante de chips do mundo

13/11/2017
Qualcomm rejeita oferta hostil de US$ 103 bilhões feita pela Broadcom

Destaques
Destaques

Varejo x bancos: carteira digital vira superaplicativo

Superados os obstáculos iniciais, mercado não financeiro acelera estratégia para ficar com preferência dos consumidores.

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site