SEGURANÇA

Botnet contamina quase 100 roteadores por hora no Brasil

Convergência Digital ... 06/08/2018 ... Convergência Digital

Cresceu quase 20% o número de roteadores Mikrotik capturados numa botnet formada para a mineração da criptomoeda Monero, descoberta pela Trustwave. A principal particularidade dessa descoberta - ocorrida no dia 31 de julho - é que a maior parte dos dispositivos contaminados se encontra no Brasil.

Até este domingo, 05/08, o número de roteadores Mikrotik a serviço da botnet no mundo inteiro subiu de 72.187 para 85.499, ou seja, 92 dispositivos por hora. No Brasil, o crescimento foi menor, com 14%: mas o país ainda é o que conta com mais dispositivos contaminados, um total de 81.140 hoje contra 71.011 no dia 31.

O buscador Censys, que vasculha também websites, indicou no dia 31 de julho, um total de 170 mil dispositivos de todos os tipos a serviço da botnet. Mas no dia 05 de agosto aponta uma diminuição de 40% nesse total, com 105.850 pontos de contaminação. Um dos roteadores capturados atende o servidor web de um hospital, cuja identidade não foi revelada pelo pesquisador da Trustwave. A contagem foi feita pelo Cibersecurity.net.br.

A botnet está contaminada com o malware Coinhive, que escraviza dispositivos para utilizá-los na mineração da criptomoeda Monero. Não se sabe quem está por trás desta botnet. Mas ela tem o objetivo de favorecer a mineração, atividade que custa recursos de computação e também energia elétrica. Quanto mais máquinas fazendo mineração, maiores as probabilidades de lucro para quem controla a rede.

A vulnerabilidade explorada nesses dispositivos foi corrigida pela Mikrotik num patch publicado dia 23 de abril - isso aconteceu 24 horas depois da descoberta da Vul. Mas, como acontece em segurança da informação, a correção não foi aplicada por boa parte das pessoas.


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Mutação do Wannacry determina novo alerta à Segurança da Informação

Variante do ransomware - que parou várias empresas em 2017 - causou estragos na Taiwan Semiconductor Manufacturing (TSMC), fabricante de chips e fornecedora da Apple. Orientação dos especialistas é cuidar da atualização dos sistemas.

Custo de dado roubado ou perdido no Brasil fica, em média, em R$ 268

Levantamento apura ainda que o tempo médio para conter uma violação de dados no Brasil está em 100 dias. Já o tempo para identificar a violação dos dados caiu de 250 dias para 240 dias.

Bancos ingleses têm três meses para mostrar planos de segurança cibernética

No Brasil, resolução do Banco Central, de abril deste 2018, deu um ano para que as instituições financeiras aprovem políticas de segurança e planos de resposta a incidentes.

Malware mineradores de criptomoedas crescem 629% no 1º trimestre

Relatório de segurança mostar que os hackers invadiram o mundo das bitcoins sequestrando os navegadores das vítimas ou infectando seus sistemas para minerar criptomoedas legítimas. Amostras recolhidas chegaram a 2,9 milhões nos três primeiros meses do ano.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G