TELECOM

Guerra das teles com Telebras mira R$ 5 bilhões em contratos de governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 10/08/2018 ... Convergência Digital

Em disputa com a Telebras por conta dos contratos que a estatal tem abocanhado junto ao governo federal, as operadoras de telecomunicações não tiveram uma boa semana e perderam disputas judiciais que tentam impedir a contratação direta por órgãos públicos. Na mais recente, o Tribunal de Contas da União negou uma cautelar para suspender cinco deles.

Por meio do Sinditelebrasil, as operadoras queriam interromper acordos firmados pela estatal com os ministérios da Defesa e do Trabalho, a Agência Nacional de Transportes Terrestres, além de Ibama e Dataprev. Para as teles privadas, a contratação direta da Telebras para prestar serviços de telecomunicações é ilegal.

Mas depois de suspender o contrato da estatal com o Ministério de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações sem ouvir nem governo, nem estatal, a ministra Ana Arraes rejeitou os novos pleitos das empresas, desta vez depois de receber as réplicas governamentais. Segundo entendeu, não há elementos suficientes para considerar caracterizados os pressupostos cautelares.

Trata-se, literalmente, de uma disputa bilionária. É que projeções internas da Telebras calculam que a estatal poderá ficar com R$ 5 bilhões em contratos com órgãos públicos ao longo dos próximos cinco anos. Por isso, as teles privadas tentam, por meio de diferentes frentes, atacar os principais instrumentos legais que estão sendo usados pelo governo para os acordos com a estatal.

As empresas questionam o uso dos Decretos 7175/10, que criou o Plano Nacional de Banda Larga, e 8135/13, elaborado no rastro das denúncias do ex-espião Edward Snowden e que determinou aos órgãos públicos o uso de redes de empresas do próprio governo para o provimento de redes seguras e serviços de tecnologia da informação.

Até aqui, as teles conseguiram uma liminar do TCU para suspender o contrato do Gesac, de R$ 663 milhões. Mas uma ação proposta diretamente pela Oi contra um contrato da Telebras com a Dataprev, de R$ 292 milhões, foi negada pela Justiça Federal. Firmado para a conexão de todas as agências do INSS do país, o contrato também foi um dos questionados nesta nova ação junto à Corte de Contas, também com cautelar rejeitada.


Internet Móvel 3G 4G
TIM e Claro lideram perda de assinantes. Pós-pago chega a 44,67% do mercado

Mercado móvel segue perdendo base, mas o pós-pago, privilegiado pela estratégia das teles móveis e pelo impulso do 4G, cresceu e chegou a 44,67% do mercado. Nextel, comprada pela Claro Brasil, detém 55% dos assinantes das chamadas prestadoras de pequeno porte.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Painel Telebrasil 2019 anuncia temas das 24 sessões temáticas

Evento, que é o maior do setor de Telecomunicações, acontece nos dias 21, 22 e 23 de maio, em Brasília. Ao todo, serão 24 sessões temáticas que vão abordar temas como capacitação digital, regulação responsiva, direitos de passagem e tributação para Internet das Coisas.

Teles fazem cadastramento para atualizar dados de clientes do celular pré-pago

O recadastramento dos usuários junto às operadoras começará nesta quinta-feira, 18/04, pelo DDD 62, alcançando progressivamente todo o País até agosto. Quem não fizer o recadastramento terá a sua linha bloqueada enquanto o cadastro não for atualizado.

Oi faz piloto de internet das coisas rural em 450 MHz

Rede integrada de sensores e dispositivos conecta uma das fazendas da trading Amaggi, em Mato Grosso. Segundo a Oi, faixa de 450 MHz "é fundamental para IoT no campo".

Para a Anatel, prêmio de acessibilidade inaugura regulação por incentivos

“Queremos mudar a ótica, promover competição por qualidade e uma ferramenta são os rankings. Agora acessibilidade, mas teremos no ano que vem de qualidade e atendimento”, diz o presidente da agência, Leonardo de Morais. A TIM foi a primeira colocada em ações de acessibilidade.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G