TELECOM

Em seis meses, Brasil perde mais de meio milhão de linhas fixas

Luís Osvaldo Grossmann ... 10/08/2018 ... Convergência Digital

O Brasil encerrou junho com 40,2 milhões de linhas fixas em serviço, o que significa que em seis meses mais de 535 mil acessos foram cancelados. E a toada segue a mesma: as concessionárias com perdas significativas que não são compensadas pelo crescimento em ritmo bem menor das autorizadas.

Com isso, em junho as empresas autorizadas contavam com 17,1 milhões de linhas fixas (42,7%). No semestre elas adicionaram 21,3 mil linhas, o que representa um crescimento de 0,1% no período. Já as concessionárias perderam 556,5 mil, um recuo de 2,4%. Em 12 meses, as autorizadas aumentaram 67,8 mil linhas (+0,40%) enquanto as concessionárias perderam 1,2 milhão (-4,97%).

Entre as autorizadas, a Claro liderou o mercado com 62,41% (10.698.020 linhas) de participação; seguida pela Vivo, que detinha 27,93% (4.787.584 linhas) e a Tim com 4,51% (773,941 linhas). Dentre as concessionárias, a divisão de mercado foi: Oi com 55,72% (12.863.320 linhas), a Telefônica com 40,30% (9.304.037 linhas) e a Algar com 3,26% (754.176 linhas) de participação.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Teles fazem cadastramento para atualizar dados de clientes do celular pré-pago

O recadastramento dos usuários junto às operadoras começará nesta quinta-feira, 18/04, pelo DDD 62, alcançando progressivamente todo o País até agosto. Quem não fizer o recadastramento terá a sua linha bloqueada enquanto o cadastro não for atualizado.

Oi faz piloto de internet das coisas rural em 450 MHz

Rede integrada de sensores e dispositivos conecta uma das fazendas da trading Amaggi, em Mato Grosso. Segundo a Oi, faixa de 450 MHz "é fundamental para IoT no campo".

Para a Anatel, prêmio de acessibilidade inaugura regulação por incentivos

“Queremos mudar a ótica, promover competição por qualidade e uma ferramenta são os rankings. Agora acessibilidade, mas teremos no ano que vem de qualidade e atendimento”, diz o presidente da agência, Leonardo de Morais. A TIM foi a primeira colocada em ações de acessibilidade.

Por 5G, Anatel quer triplicar a capacidade de espectro existente

Proposta de nova regulamentação de radioenlaces eleva de 26 GHz para 66 GHz a capacidade disponível. Contribuições serão aceitas por 60 dias. Modelo previsto pela agência prevê novas faixas entre 30 GHz e 170 GHz.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G