Home - Convergência Digital

Anatel prevê blocos de 10 MHz no uso da faixa de 2,3 GHz para 5G

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 16/08/2018

A Anatel começou nesta quinta, 16/8, a receber contribuições na consulta pública da proposta de destinar a faixa de 2,3 GHz para aplicações de 5G. O objetivo já adiantado pela agência é incluir essa fatia do espectro em leilão já em 2019, no qual pode ainda ser incluída também a faixa de 3,5 GHz.

Pela proposta, a faixa pode ser usada para telefonia móvel (SMO) e fixa (STFC), banda larga (SCM) e, novidade, também para o Serviço Limitado Privado. É importante frisar, porém, que a destinação é para uso em TDD (duplexação por divisão de tempo), conforme harmonização internacional. Além disso, o texto prevê a divisão dos 100 MHz entre 2,3 e 2,4 GHz em 10 blocos de 10 MHz.

De acordo com o relatório sobre esta radiofrequência, dois terços das estações licenciadas em 2,3 GHz são repetidoras de TV ou serviços auxiliares de radiodifusão, como links de rádio para transmissões de reportagens externas, e 32% para banda larga fixa. No fim de 2017, a Anatel já tinha decidido ‘limpar’ essa fatia do espectro, deslocando os serviços de TV para blocos entre 2 e 2,3 GHz, o que deve ser concluído até 2019.

As contribuições à Consulta Pública serão aceitas por 30 dias e devem ser encaminhadas por meio do formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública da Anatel. Também serão aceitas as manifestações encaminhadas por carta, fax ou correspondência eletrônica endereçados à agência.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/09/2018
ITA vai capacitar servidores da Anatel em Big Data, Analytics, IoT

20/09/2018
Anatel formaliza proposta para adotar licença única para serviços de telecom

20/09/2018
Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

20/09/2018
Nokia abre concurso global de R$ 170 mil por antenas 5G discretas

17/09/2018
Bloqueio de celular pirata será estendido a mais 10 estados

14/09/2018
Teles têm de ser ousadas e fazer acontecer o 5G

13/09/2018
Vivo e Ericsson testam 5G na faixa de 28 GHz

13/09/2018
Projeto aumenta multas da Anatel para R$ 100 milhões

12/09/2018
GSMA: Enquanto 5G demora, 4G vai garantir receitas por mais 10 anos

11/09/2018
Anatel quer eliminar regras para incentivar internet das coisas

Destaques
Destaques

4G: Belo Horizonte tem melhor cobertura, Porto Alegre maior velocidade

Estudo da OpenSignal indica que nas 14 maiores cidades brasileiras o sinal de LTE está disponível pelo menos 73% do tempo, acima dos 66% da média nacional.

América Latina restringe espectro e fica longe da meta da UIT

Até setembro, de acordo com a 5G Americas, foram concedidos, em média, na região, 363,8 MHz de espectro para a oferta de serviços móveis na América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site