Home - Convergência Digital

Anatel quer privilegiar 3,5 GHz como primeira faixa para 5G

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 20/08/2018

A Anatel quer privilegiar a faixa de 3,5 GHz como a primeira com foco nas tecnologias de quinta geração a ser leiloada no Brasil. Nesse movimento, a agência sugere que o uso de outro naco do espectro recém destinado, a faixa de 2,3 GHz, será secundária para aplicações em 5G.

O esforço, ressalte-se, é garantir que a faixa de 3,5 GHz será a estrela da licitação prevista para acontecer em 2019. Isso atende internamente os trabalhos de ‘limpeza’ e, especialmente, mitigações de interferências nessa radiofrequência que a Anatel já tentou vender quatro vezes nos últimos 15 anos.

É certo que o naco de 2,3 GHz terá aplicações em 5G. O próprio voto aprovado pelo Conselho Diretor e que agora está em consulta pública diz expressamente que o objetivo dos ajustes feitos nesta fatia do espectro, hoje usada pela TV, “permitirão a implantação de serviços IMT, especialmente o serviço móvel 5G”.

Mas o ajuste na forma de ‘vender’ o espectro também atende a indústria, diretamente envolvida nos esforços para superar as interferências do 3,5 GHz nas antenas parabólicas. Para os fabricantes de equipamentos, não é interessante neste momento pré-leilão dispersar o 5G em diferentes radiofrequências.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/12/2018
Indústria móvel pressiona por faixas de 26GHz, 40 GHz e 66-71 GHz para o 5G

11/12/2018
Presidente da Anatel adverte sobre o desserviço de desprestigiar a agência

11/12/2018
Anatel recebeu 254,8 mil reclamações em outubro

11/12/2018
Pós-TACs, Anatel acena com multas como ‘obrigação de fazer’

11/12/2018
Preocupação com parabólicas não pode excluir Brasil do 5G

10/12/2018
Anatel apreende cerca de R$ 1,2 milhão em operação contra produtos piratas

09/12/2018
"O mundo precisa comprar a ideia do 5G nas áreas remotas"

09/12/2018
Japão terá aplicações reais de 5G nas Olimpíadas de 2020

09/12/2018
5G tem vários desafios a serem enfrentados pelo Brasil

07/12/2018
Indústria de TICs brasileira sinaliza apoio à Huawei

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site