INOVAÇÃO

Sumicity expande fibra óptica para ter IPTV em multitelas

Ana Paula Lobo ... 24/08/2018 ... Convergência Digital

Enquanto o desejo do cliente de montar a sua própria grade de programação na TV paga é um sonho distante - uma vez que é preciso que os programadores mudem a sua estratégia - a Sumicity, com atuação no interior do Rio de Janeiro e Minas Gerais, e com planos de expansão para a região Sudeste até 2021 com rede 100% baseada em fibra óptica - decidiu priorizar a inovação para permitir a transmissão ao vivo da TV linear em multitelas.

A empresa desenvolveu um serviço/produto, Sumicity Play, que permite aos usuários controlar a sua TV por assinatura Sumicity TV, através de um portal na web, pelo seu dispositivo móvel Android ou IOS, além de estar conectado ao seu tradicional receptor de TV. A maior novidade é a possibilidade de o assinante assistir aos canais contratados, ao vivo (live stream) através do seu dispositivo móvel. Além de poder assistir a sua programação linear o assinante poderá voltar ao início do seu programa atual, retornar a programação que já passou e gravar conteúdos na nuvem.

"O consumidor está cada vez mais se distanciando da TV tradicional. Ele quer ter o conteúdo disponível em outras telas. E estamos oferecendo isso agora. A programação ao vivo é um diferencial nosso que nenhum outro concorrente tem. O Now, da NET, é conteúdo gravado, como também são os produtos da Netflix e da Amazon", observa o responsável pela área de inovação, Thiago Oliveira. Já Renata Martinelli, responsável pelo Marketing e Expansão da prestadora, diz que a qualidade está no DNA do negócio. "É assim que temos fidelizado nossa base e enfrentando as teles nesse segmento".

O fundador e CEO da Sumicity, Vicente Sérgio da Silva Gomes, admite que a opção de atuar no interior do Estado do Rio e de Minas Gerais, onde  já contabiliza mais de 100 mil assinantes, veio da sua própria necessidade de ter infraestrutura de telecomunicações para os seus negócios. "Simplesmente não tínhamos serviço. Não é interesse das teles ter rede em cidades do interior. Montar a infraestrutura foi condição essencial para crescer", lembra. Estabelecida no mercado, o plano da Sumicity é chegar a 500 mil assinantes até 2021, com expansão para o Espírito Santo.

A aposta no IPTV é grande, mas o carro-chefe da empresa segue sendo a oferta de links Internet - que vão de 30 a 250 Mbps, com a ideia de incrementar ainda mais essa velocidade de transmissão. "Se era para construir rede, fomos para a fibra óptica. Hoje compartilhamos com todas as prestadoras possíveis, mas o nosso IPTV é 100% fibra, o que nos distancia dos rivais que ainda estão longe de ter uma malha de FTTH boa", completa Simões.



Cloud Computing
Next, do Bradesco, endossa multicloud na jornada digital

Banco digital leva aplicações consideradas não estratégicas - como o uso da localização para identificar o endereço do cliente - para a nuvem pública, mas mantém uma cloud privada para as informações mais sensíveis.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Economia da cultura deve ser prioridade para o Brasil

O Brasil é muito bom em produzir cultura e não pode menosprezar o valor global de investir em cultura, advertiu o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados.

"Nem no século 25 um robô vai tirar o lugar do homem na produção da cultura"

Cultura dá dinheiro e poder ao Brasil, reforçou o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados. "Digo sempre que somos Embrapa, Embraer e Cultura. O resto é commodity e commodity não nos levará a lugar nenhum nos próximos 200 anos".

Inteligência Artificial: abrir a caixa preta dos algoritmos é necessário

Para o professor da FGV/RJ Luca Belli, a Inteligência Artificial poderia seguir preceitos éticos com base na conduta e comportamento, da mesma forma como humanos.

CNJ cria laboratório de inteligência artificial para processo eletrônico

Segundo o presidente da Comissão Permanente de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do CNJ, Márcio Schiefler, as informações dos bancos de dados dos tribunais são valiosas. “Informação é poder”.

STJ: Sem regulação, Justiça estadual assume julgamento de casos com bitcoins

Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça decidiu que instância estadual é competente para tratar de crimes com moeda virtual pois ainda não há regulação sobre o tema.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G