INOVAÇÃO

Sumicity expande fibra óptica para ter IPTV em multitelas

Ana Paula Lobo ... 24/08/2018 ... Convergência Digital

Enquanto o desejo do cliente de montar a sua própria grade de programação na TV paga é um sonho distante - uma vez que é preciso que os programadores mudem a sua estratégia - a Sumicity, com atuação no interior do Rio de Janeiro e Minas Gerais, e com planos de expansão para a região Sudeste até 2021 com rede 100% baseada em fibra óptica - decidiu priorizar a inovação para permitir a transmissão ao vivo da TV linear em multitelas.

A empresa desenvolveu um serviço/produto, Sumicity Play, que permite aos usuários controlar a sua TV por assinatura Sumicity TV, através de um portal na web, pelo seu dispositivo móvel Android ou IOS, além de estar conectado ao seu tradicional receptor de TV. A maior novidade é a possibilidade de o assinante assistir aos canais contratados, ao vivo (live stream) através do seu dispositivo móvel. Além de poder assistir a sua programação linear o assinante poderá voltar ao início do seu programa atual, retornar a programação que já passou e gravar conteúdos na nuvem.

"O consumidor está cada vez mais se distanciando da TV tradicional. Ele quer ter o conteúdo disponível em outras telas. E estamos oferecendo isso agora. A programação ao vivo é um diferencial nosso que nenhum outro concorrente tem. O Now, da NET, é conteúdo gravado, como também são os produtos da Netflix e da Amazon", observa o responsável pela área de inovação, Thiago Oliveira. Já Renata Martinelli, responsável pelo Marketing e Expansão da prestadora, diz que a qualidade está no DNA do negócio. "É assim que temos fidelizado nossa base e enfrentando as teles nesse segmento".

O fundador e CEO da Sumicity, Vicente Sérgio da Silva Gomes, admite que a opção de atuar no interior do Estado do Rio e de Minas Gerais, onde  já contabiliza mais de 100 mil assinantes, veio da sua própria necessidade de ter infraestrutura de telecomunicações para os seus negócios. "Simplesmente não tínhamos serviço. Não é interesse das teles ter rede em cidades do interior. Montar a infraestrutura foi condição essencial para crescer", lembra. Estabelecida no mercado, o plano da Sumicity é chegar a 500 mil assinantes até 2021, com expansão para o Espírito Santo.

A aposta no IPTV é grande, mas o carro-chefe da empresa segue sendo a oferta de links Internet - que vão de 30 a 250 Mbps, com a ideia de incrementar ainda mais essa velocidade de transmissão. "Se era para construir rede, fomos para a fibra óptica. Hoje compartilhamos com todas as prestadoras possíveis, mas o nosso IPTV é 100% fibra, o que nos distancia dos rivais que ainda estão longe de ter uma malha de FTTH boa", completa Simões.



Cloud Computing
Nuvem será a base de 85% dos aplicativos de negócios até 2025

Cloud computing vai estar presente em todos os lugares e empresas nos próximos sete anos. Assim como a Inteligência Artificial em nuvem reduzirá o custo e a barreira de entrada e abrirá uma mina de ouro para o potencial de inovação e experimentação científica.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Transformação digital é um dos temas da 4ª edição da O&G TechWeek

Evento, no Rio de Janeiro, vai  debater o impacto das tecnologias digitais no futuro dos segmentos de Upstream, Downstream, Gás e Energia e os possíveis desdobramentos em outros setores da economia.

Desafio em segurança e defesa premia startups com R$ 100 mil

Fintechs e Blockchain também são temas para a disputa, batizada de Conexão Defesa, e que acontece de 03 a 05 de setembor, em Florianópolis. Inscrições vão até o dia 20 de agosto.

Brasil cai duas posições em ranking global de inovação

Entre 129 países, o Brasil é o 66º mais inovador segundo o Índice Global de Inovação da Organização Mundial da Propriedade Intelectual. Na América Latina, País fica atrás do Chile, México e Costa Rica.

G7 manda recado ao Facebook: a criptomoeda Libra não será liberada tão fácil

As autoridades regulatórias globais não permitirão que o Facebook lance sua criptomoeda libra até que todas as suas preocupações, desde a lavagem de dinheiro até a estabilidade financeira, sejam resolvidas,revelou Benoît Coeuré, membro do conselho do Banco Central Europeu.

DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

Ao completar 25 anos, a companhia gaúcha investe em novas tecnologias, entre elas, Blockchain, com o lançamento, em setembro, de um projeto dedicado à área de saúde, conta Verner Heidrich.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G