GESTÃO

Grupo Boticário: Tecnologia não faz a transformação digital

Ana Paula Lobo ... 28/08/2018 ... Convergência Digital

A tecnologia sozinha não faz a transformação digital. Essa guinada exige mudanças de processos e, principalmente, de condução à nova era das pessoas, observa o líder de infraestrutura de datacenter do Grupo Boticário, Fernando Almeida. A companhia recém-trocou 48 servidores que rodavam o ERP da SAP para 12 servidores hiperconvergentes. "Tivemos um ganho de quase 60% de performance e escalabilidade. Esses servidores rodam 40 terabytes e não podem parar".

Ainda na TI, houve a troca de todo o storage para a Dell. "Saímos de 35 hacks para 12 hacks, onde armazenamos as informações do grupo, com atuação em 11 países", acrescentou o executivo, que participou nesta terça-feira, 28/08, do Dell Technologies Fórum São Paulo. Vender menos equipamento para os clientes por conta da transformação digital é uma realidade e determinou uma guinada na estratégia da Dell, acrescenta o vice-presidente sênior da Dell EMC Brasil Commercial, Luis Gonçalves.

Ele observa que, hoje, mais da metade dos dados existentes no mundo é cópia. "Cópia de backup, cópia de segurança e outras cópias. Há muitas oportunidades para serem exploradas na era dos dados. Temos que entender que não há uma solução única para os problemas. O cliente tem o direito de definir o que quer, mesmo que a gente venha perder parte da receita. Mas o importante é ficar no projeto de transformação. Há muito servidor para ser vendido nessa era digital. Não por acaso as vendas estão em alta", salienta.

Para Almeida, do Grupo Boticário, é até leviano dizer que a transformação digital virou projeto como uma ação exclusivamente pró-ativa. "É claro que houve problemas e que a mudança veio da necessidade de resolve-los. O objetivo central foi dar agilidade à TI para dar agilidade ao negócio. Afinal, no fim, o que se quer é garantir o ciclo da venda", completa o executivo.


eSocial: Nova versão 2.5 do leiaute entra em operação em dezembro

Segundo o Comitê Gestor do novo regime, a nova versão incorpora as notas técnicas de 01 a 09, além de outras melhorias. Ela passa a valer no ambiente de testes a partir de 17 de dezembro e no ambiente de produção a partir de 21 de janeiro de 2019.

eSocial: Fase 2 exige atenção pelo conjunto de eventos

A implementação do eSocial foi dividida em fases e as empresas precisam ficar atentas. Entenda os prazos estabelecidos.

eSocial: Código de Acesso, sem certificação digital, possui validade de três anos

Após esse período, o Código gerado expira e o empregador será convidado a criar um novo. Será necessário informar novamente os números de recibos de entrega da DIRPF ou do Título de Eleitor. Quem usar certificado digital não vai precisar passar por esse processo.

eSocial: Iniciada a 2ª fase para empresas com faturamento até R$ 78 milhões

Essa etapa envolve o envio de dados dos trabalhadores e seus vínculos empregatícios até 9 de janeiro de 2019.

Governo não flexibiliza e mais de 700 mil empresas podem ser excluídas do Simples

A não regularização dos débitos poderá acarretar a exclusão do regime a partir de janeiro de 2019, mas não há facilidades - como houve o REFIS para as grandes empresas - para a quitação da dívida.




  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G