TELECOM

Economia digital: aplicações não vão funcionar sem redes

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 29/08/2018 ... Convergência Digital


O Brasil requer muitas iniciativas nas áreas de educação, mobilidade social e segurança, mas os presidenciáveis precisam entender que sem uma boa infraestrutura de telecomunicações a maior parte das políticas públicas não vai funcionar. "Hoje ao se falar de economia digital, se fala muito da camada de aplicações, mas não há preocupação com a infraestrutura. Só que sem redes, não há aplicações", pontua o presidente executivo da TelComp, João Moura.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o executivo diz que o a coordenação das ações ligadas ao Brasil Digital é do Governo Federal, mas que, hoje, não consegue fazer cumprir as suas próprias determinações como é o caso da proibição da cobrança do direito de passagem às operadoras de telecomunicações. "Os órgãos públicos não respeitam essa determinação. O DNIT, por exemplo, segue cobrando e há várias ações judiciais em curso", lamenta Moura.

Ainda de acordo com o presidente executivo da TelComp, é hora de Anatel mudar o seu papel. A Agência, frisa Moura, deve ser catalisadora das ações colocando o seu peso institucional para facilitar o fomento de novos investimentos. "Construir redes é muito caro, há muita rede por construir. As operadoras estão fazendo, as operadoras competitivas ainda mais por levarem a banda larga ao interior, mas há de se ter um respaldo das políticas públicas", reforça.

A evolução das redes é o tema do XI Seminário TelComp 2018, a ser realizado no dia 13 de novembro, em São Paulo, com a participação de autoridades, operadoras e especialistas do setor. João Moura é taxativo: a maioria das redes existentes está ultrapassada. "Sem atualização da infraestrutura, o 5G não vai acontecer como se espera". Assistam a entrevista.


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Celulares terão que indicar taxa de radiação emitida

Ao revisar o regulamento que trata da exposição eletromagnética, Anatel prevê 120 dias para que os equipamentos vendidos tragam a informação nas caixas ou manuais.

TV paga: pirataria tem mais 'assinantes' que a Netflix no Brasil

Consultoria Business Bureau diz que a OTT possui 18% do mercado de assinatura de streaming de vídeo. A Globo Play fica na segunda posição, mas com apenas 4%. Pirataria no Brasil fica bem acima da média da América Latina.

Justiça mantém Pharol e Nelson Tanure fora da Oi até aporte de capital

Juiz Fernando Viana, da 7ªVara Empresarial do Rio de Janeiro, manteve a suspensão dos direitos políticos dos conselheiros e diretores da Oi ligados aos grupos.

GSMA: Parceria em conteúdo é melhor para teles que produção própria

Apesar de iniciativas em investir nesse campo, estudo da associação destaca que licenciamento de conteúdo é caminho mais realista para teles.



Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G