INCLUSÃO DIGITAL

Provedores devem apontar PTTs que grandes operadoras terão que conectar

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/09/2018 ... Convergência Digital

A Anatel vai receber, até 14/9, indicações de quais são os pontos de troca de tráfego que as grandes operadoras, indicadas pela agência como detentoras de Poder de Mercado Significativo, terão que obrigatoriamente conectar em suas ofertas de referência no atacado.

A medida está prevista na nova versão do Plano Geral de Metas de Competição, mas aquele documento prevê que “somente estarão disponíveis nos PTTs estabelecidos pela Anatel”. Daí que a atual “coleta de informações” tenha como objetivo a definição dos critérios técnicos de quais serão esses pontos de troca.

Para tanto, a agência já aponta alguns dos critérios que entende devem ser considerados. Entre eles, ter pelo menos 50 sistemas autônomos presentes; trocar no mínimo 10 Gbps de tráfego por mês; e fazer peering (sem ônus) com pelo menos três provedores de conteúdo de grande porte, como Google, Facebook, Microsoft, Globo, Mercado Livre, UOL, Yahoo, Blogspot, Wikipedia ou Netflix.

Além disso, os PTTs devem adotar TCP/IP em dual-stack IPv4/v6 (preferencial), IPv4 ou IPv6; ter protocolo de Roteamento BGP com suporte a Número de Sistema Autônomo (ASN) público; além de suporte a IPv4, IPv6 ou os dois simultaneamente (para conexões dual-stack).

Além disso, os PTTs devem ter alternativa de troca de tráfego multilateral, com possibilidade de acesso remoto e disponibilidade de infraestrutura no próprio PTT ou descentralizada para conexão remota, desde que possibilite a troca de tráfego dos participantes com todo o ecossistema do PTT.

Finalmente, sugere a Anatel que o responsável pela gestão do ponto de troca de tráfego não possua outorga de serviços de telecomunicações de interesse coletivo. A minuta com os critérios sugeridos pela agência pode ser conferida neste link.

As contribuições deverão ser enviadas até o dia 14 de setembro para o endereço de correio eletrônico GIESB@anatel.gov.br.


Carreira
Dissídio TI : Patrões dizem não à arbitragem pública sugerida pelo TRT de São Paulo

Sindicato patronal rejeitou a proposta feita pelo desembargador relator Davi Furtado Meirelles de que o dissídio coletivo fosse transformado em arbitragem pública. Seria a primeira a acontecer no Brasil depois da aprovação da nova Lei Trabalhista.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Provedores devem apontar PTTs que grandes operadoras terão que conectar

Anatel quer estabelecer os critérios para definir quais os pontos de troca de tráfego deverão constar das ofertas de referencia das teles com Poder de Mercado Significativo.

Governo diz ao TCU que só Telebras tem satélite de banda larga nacional

MCTIC diz à Corte de Contas que operadoras privadas não têm condições técnicas de atender ao programa Gesac com cobertura e velocidades exigidas.

Proibir o uso do celular pelos jovens é estratégia ineficaz e sem futuro

"Proibindo por proibir não estamos ensinando nada", advertiu a psicóloga Evelise Galvão de Carvalho, ao participar do Workshop Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet, promovido pelo CGI.br e pelo NIC.br.

Facebook abandona projeto de drones para conectar áreas remotas

Empresa anunciou que vai desativar a unidade que construiu o Aquila, o veículo não tripulado do tamanho de um Boeing 737 que prometia irradiar internet. Rival Google ficou sozinha com o projeto Loon, de balões para a Internet.

TV Digital: Sobras de recursos devem comprar mais conversores

Estimativas são de que haverá disponível cerca de R$ 600 milhões dos R$ 3,6 bilhões que o leilão da faixa de 700 MHz destinou à TV Digital, suficiente para comprar cerca de 3 milhões de novos kits.

Juiz de Fora, MG, é número 1 na oferta de serviços digitais em ranking das teles

Operadoras expandiram o ranking das cidades amigas da banda larga para avaliar também as que oferecem serviços digitais aos cidadãos.No ranking das cidades amigas da Banda Larga, Uberlândia se mantém com a liderança. Brasília e São Paulo estão nos últimos lugares.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G