Home - Convergência Digital

Oi usou Internet das Coisas para fazer infraestrutura do Game XP 2018

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 10/09/2018

A Oi, patrocinadora e responsável por fornecer toda a infraestrutura de internet e conectividade da Game XP 2018, encerrou o evento registrando recordes de tráfego de dados e de conexões à sua rede Oi WiFi em grandes eventos. A operadora registrou na Game XP um tráfego total 34,2 terabytes, volume mais de 6 vezes superior aos 5,5 Terabytes da edição do ano passado.

O tráfego total, que equivale a 37,2 milhões de fotos em resolução normal, também é 5,89 vezes  superior ao que foi registrado na final da Copa de Mundo de 2014 no Maracanã (5,8 TB) e 24,1 vezes maior que o total trafegado na Rio Creative Conference – Rio2C 2017 (1,42 TB), eventos em que a Oi foi fornecedora de serviços de telecomunicações.

A Oi disponibilizou links de dados de altíssima capacidade (10 Gbps) que garantiram toda a conexão da Game XP, incluindo serviço de wi-fi gratuito a todos os visitantes. A companhia registrou 1.039.460 conexões à sua rede Oi WiFi nos 4 dias de evento, superando em 2,5 vezes o total da edição do ano passado, quando foram registradas 418.000 conexões. O pico de acessos simultâneos ocorreu no sábado, dia 8 de setembro, com 3.913 acessos simultâneos.

O maior evento gamer da América Latina reuniu 95 mil pessoas nas Arenas Olímpicas da Barra, de 6 a 9 de setembro. Com a participação na Game XP 2018, a Oi reforçou seu posicionamento no universo do entretenimento digital, que demanda alta qualidade de conexão para o consumo de conteúdos de games e vídeos, entre outras aplicações. “A tecnologia que a Oi trouxe para a Game XP foi de grande qualidade. Oferecemos internet de altíssima velocidade para proporcionar a conectividade que um evento como esse precisa. Muitos dos jogos são online e as conexões permaneceram estáveis o tempo todo", destacou o diretor de operações da Oi, José Cláudio Moreira Gonçalves.

A Oi monitorou ininterruptamente a rede e os serviços que atenderam a Game XP, com o Centro de Gerência de Serviços localizado no Game Park, com suporte do CGR (Centro de Gerência de Rede), localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro.  No evento, o CGS (Centro de Gerenciamento de Serviços) monitorou a infraestrutura de Telecom, TI e Segurança da informação, integrado a dispositivos de Internet das Coisas (IoT), para controle de abertura de portas, energia e temperatura de equipamentos em pontos estratégicos das Arenas.

Através de videocases e demonstrações, também foram apresentadas ao mercado soluções de IoT. Destaque para o sensor para agricultura de precisão desenvolvido em parceria com a Puc-PR e testado no laboratório de IoT da Oi com a Nokia no Rio de Janeiro. Através do monitoramento da umidade e temperatura, o sistema permite prever a ocorrência da ferrugem asiática, uma das pragas mais destrutivas nas plantações de soja no Brasil.

O projeto usa novos hardwares e softwares desenvolvidos para sensores e baseados em novos protocolos, como NB-IoT e LTE-M, que permitem que a aplicação, através de inteligência artificial, sugira áreas específicas de pulverização, evitando-se desperdício e desenvolvimento de fungos resistentes aos fungicidas, levando a uma agricultura mais sustentável e eficiente.

Outra solução demonstrada, o Gateway de IoT AirSense é um equipamento que implementa soluções de internet das coisas em redes 4G, permitindo aplicações nos mais diversos segmentos como energia, agricultura, logística e mineração. O Airsense permite a integração e controle de sensores e dispositivos conectados com tecnologias de curto alcance, como Wifi e Bluetooth, permitindo o desenvolvimento de soluções complexas e com eficiência de custo.

 
 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2019
Anatel multa Oi por segurar R$ 8 milhões da TIM por um ano

19/02/2019
Oi chega a 110 mil clientes de internet via fibra óptica

15/02/2019
Anatel arquiva queixa de controle cruzado entre Oi e Nextel

11/02/2019
Conselho da Oi aprova recompra de ações para acordo com Pharol

06/02/2019
IDC: Empresas brasileiras fazem mais do que falam sobre Internet das Coisas

04/02/2019
Por defesa cibernética, governo terá requisitos para Internet das coisas

04/02/2019
Mais de 39 mil clientes B2B da Oi aderem à fatura digital

31/01/2019
Ericsson quer massificar aplicações móveis de IoT

28/01/2019
Oi fecha etapa decisiva da recuperação judicial com aumento de capital de R$ 4 bilhões

24/01/2019
Por transformação digital, Oi contrata executivo para vendas ao governo federal

Destaques
Destaques

IDC: Empresas brasileiras fazem mais do que falam sobre Internet das Coisas

A indefinição regulatória pesa, assim como a tributária, mas muitas corporações estão colocando os seus projetos na rua, diz Pietro Delai, gerente de consultoria e pesquisa da consultoria. No Brasil, negócios de IoT devem movimentar US$ 9 bilhões em 2019, ou R$ 30 bilhões.

Projeto de inovação usa 4G em 450 Mhz para Internet das Coisas

Seis startups foram selecionadas para iniciativa Agro IoT Lab 2018, voltada para a transformação digital do agronegócio, da Vivo, Raízen e Ericsson.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site