INOVAÇÃO

Cultura promete R$ 100 milhões e política de incentivo a jogos eletrônicos

Convergência Digital* ... 10/09/2018 ... Convergência Digital

Ao participar da Game XP 2018, realizado entre 6 e 9/9 no Rio de Janeiro, o ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão voltou a prometer uma política pública voltada à indústria de jogos eletrônicos no Brasil, com recursos previstos em R$ 100 milhões para o setor.

“Entre 2012 e 2016, o crescimento médio anual do setor de games foi de 28,7% e a estimativa é de que continue crescendo 16,5% ao ano até o ano de 2021. O mercado de games é o 13º do mundo, o maior da América Latina e deve dobrar em receita até 2021”, festejou o ministro ao participar do evento no domingo, 9/9.

Essa posição, no entanto, está distante do país como consumidor de jogos. Segundo o censo apresentado na Games XP, o Brasil é o quarto maior mercado consumidor de jogos eletrônicos no mundo, com cerca de 66,3 milhões de ‘gamers’.

O levantamento apresentado pelo Minc aponta que a área de desenvolvimento de jogos no Brasil tem apresentado crescimento nos últimos anos, saltando de 50 empresas em 2012, para 240 em 2017, ano em que a receita do setor chegou a US$ 1,3 bilhão.

Segundo o ministro, R$ 100 milhões serão investidos no desenvolvimento e produção de jogos, além de conteúdos em realidade virtual e realidade aumentada, lançamento de jogos, aceleração de empresas, bem como mostras e festivais, infraestrutura e tecnologia, e formação e capacitação.

* Com informações do MinC


Cloud Computing
Next, do Bradesco, endossa multicloud na jornada digital

Banco digital leva aplicações consideradas não estratégicas - como o uso da localização para identificar o endereço do cliente - para a nuvem pública, mas mantém uma cloud privada para as informações mais sensíveis.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Economia da cultura deve ser prioridade para o Brasil

O Brasil é muito bom em produzir cultura e não pode menosprezar o valor global de investir em cultura, advertiu o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados.

"Nem no século 25 um robô vai tirar o lugar do homem na produção da cultura"

Cultura dá dinheiro e poder ao Brasil, reforçou o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados. "Digo sempre que somos Embrapa, Embraer e Cultura. O resto é commodity e commodity não nos levará a lugar nenhum nos próximos 200 anos".

Inteligência Artificial: abrir a caixa preta dos algoritmos é necessário

Para o professor da FGV/RJ Luca Belli, a Inteligência Artificial poderia seguir preceitos éticos com base na conduta e comportamento, da mesma forma como humanos.

CNJ cria laboratório de inteligência artificial para processo eletrônico

Segundo o presidente da Comissão Permanente de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do CNJ, Márcio Schiefler, as informações dos bancos de dados dos tribunais são valiosas. “Informação é poder”.

STJ: Sem regulação, Justiça estadual assume julgamento de casos com bitcoins

Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça decidiu que instância estadual é competente para tratar de crimes com moeda virtual pois ainda não há regulação sobre o tema.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G