NEGÓCIOS

Brasscom cria código de ética para atuação no período eleitoral

Ana Paula Lobo ... 18/09/2018 ... Convergência Digital

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), que tem como um dos seus trabalhos a interlocução com o poder público e legislativo, está lançando um código de ética eleitoral - o primeiro do segmento para tornar transparente as regras de posicionamento com relação às eleições. O documento teve a participação das áreas de compliance dos associados, empresas nacionais e multinacionais de TICs, e a contratação de uma consultoria externa.

O documento veda, por exemplo, "o recebimento de transferência de recursos da União, Estados ou Municípios nos três meses anteriores à eleição, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de convênio, obra ou serviço em andamento e com cronograma prefixado, e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública".

Também proíbe aos associados e aos funcionários da Brasscom, por meio das ferramentas da entidade, "impulsionar por meio de patrocínio de ferramentas digitais a provedores de aplicação de internet, para que conteúdos publicados por pré-candidatos, candidatos, legendas, partidos e campanha eleitoral, de qualquer teor, sejam exibidos para um maior número de pessoas ou direcionados a grupos específicos de usuários".

O código de ética eleitoral entende:

Período pré-eleitoral: aquele compreendido entre 1º de janeiro e 15 de agosto do ano em que ocorrerem eleições para Presidente e Vice-Presidente da República, Governador e Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal, Prefeito e Vice-Prefeito, Senador, Deputado Federal, Deputado Estadual, Deputado Distrital ou Vereador.

Período eleitoral: aquele compreendido entre 16 de agosto e o último dia do pleito eleitoral para Presidente e Vice-Presidente da República, Governador e Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal, Prefeito e Vice-Prefeito, Senador, Deputado Federal, Deputado Estadual, Deputado Distrital e Vereador.

"A segurança jurídica é um dos pilares da Brasscom para a sua atuação junto ao poder Executivo e legislativo. Criar regras e condutas nos permite uma transparência necessária", afirma o presidente do conselho de ética, Mauricio Cataneo, que é também executivo da Unisys. Para o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo, o código de ética delimita o que pode e o que não pode fazer dando um grau de proteção à equipe da entidade na continuidade do trabalho no período. "Se posicionar é uma atitude de transparência", observa.

Uma das ações da Brasscom será o Brasscom Voto Informado, pelas redes sociais, onde os parlamentares candidatos ou não candidatos terão um espaço para se manifestarem para o setor de TICs. "Só deixamos claro que as manifestações precisam ser sobre revolução industrial e sobre o mercado de TICs porque essa é a nossa área de atuação", completa Gallindo. 


Cloud Computing
Google Cloud, enfim, passa aceitar o pagamento em Real

Clientes novos e atuais do G Suite passam a pagar o serviço por dinheiro local ou cartão de crédito nacional. Empresa também passa a aceitar o pagamento via boleto, para se adequar ao Brasil.

Intel: O Brasil precisa decidir o que quer ser na transformação digital

Para o presidente da empresa no Brasil, Maurício Ruiz, como o País é muito voltado para o seu consumo interno, a pressão por competitividade acaba sendo menor do que a desejada.

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Venda das impressoras de cupom fiscal, principal ativo da Bematech, ficou em R$ 25 milhões e foi feita para a Elgin. Em 2015, a TOTVS investiu R$ 550 milhões na companhia apostando nas vendas combinadas. Os ativos de software foram mantidos pela TOTVS.

SAP e Apple: privacidade dos dados é uma das questões mais importantes do século

"O telefone que você tem no agora no seu bolso tem mais dados sobre você do que em sua casa inteira — se alguém invadir a casa vai saber uma fração do que seu smartphone sabe", advertiu Tim Cook, presidente da Apple. SAP reconstruiu aplicativos móveis para integração total com os dispositivos da Apple.

Guinada digital faz bancos mudarem a maneira de comprar TICs

As instituições financeiras cada vez mais investem no modelo de serviços e no desenvolvimento de aplicações para os clientes, diz o diretor de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Mobile banking vira canal preferido do correntista e chega a dois dígitos na movimentação financeira.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G