Home - Convergência Digital

Claro libera zero rating e vídeos da Netflix para clientes pós-pago

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 28/09/2018

Depois de recuperar a segunda posição no ranking nacional - ao superar a TIM e numa disputa pelo mercado 4G - a Claro decidiu estender para os assinantes pós-pago o zero rating concedido aos do pré-pago, ao adicionar uma franquia de internet denominada Extra Play, dedicada a aplicativos de vídeos. A operadora também liberou a navegação de seus clientes pós pagos em redes sociais e aplicativos de mobilidade sem descontar da franquia de Internet do plano.

Com o Extra Play, o cliente poderá assistir vídeos do Youtube, Netflix, NOW e Claro Video,  enquanto a franquia principal do plano fica livre para uso em qualquer outro aplicativo. Segundo a assessoria da Netflix, novos parceiros podem ser incluídos nessa oferta. Observa ainda que o assinante para usufruir da oferta terá de ter uma assinatura prévia da OTT.  Por exemplo, se o cliente contratar o pacote de 60GB, terá mais 60GB para acessar no Extra Play. Ao todo, são 120GB e o consumidor ainda pode desfrutar de uma experiência superior através da rede 4.5G de verdade da Claro, que permite atingir velocidades até 10 vezes maiores do que o 4G convencional.

Além do WhatsApp ilimitado (inclusive para chamadas de voz e vídeo) e do Claro música, que não descontam da franquia do plano, cliente Claro agora tem acesso ilimitado aos aplicativos de redes sociais do Facebook, Instagram e Twitter, e também dos apps Cabify, Easy e Waze que facilitam a locomoção. A operadora também insere um serviço da rival Vivo - a modalidade família - que permite a inclusão de linhas dependentes. Cada linha pode falar ilimitado e ainda compartilhar a internet da linha principal.

A operadora também insiste no combo Claro e NET. Ao adquirir um dos novos planos Família da Claro junto com um plano de banda larga, TV por Assinatura ou telefonia da NET, o cliente ainda leva o dobro de internet, em casa ou no celular. No caso da móvel, a oferta é válida para a franquia do plano, sem considerar bônus de portabilidade ou o Extra Play. Já no caso da banda larga fixa, o cliente leva o dobro da velocidade contratada sem custo adicional. Quem tem um plano de TV da NET ou da Claro TV, assiste os conteúdos dos seus canais preferidos no app do NOW, que também faz parte do Extra Play no celular da Claro.

Na renovação do portfólio para o pós-pago, a Claro decidiu ainda que três dos novos planos da Claro são “Internacionais” e possibilitam usar o plano no exterior como se estivesse no Brasil.Os planos 30+30 GB e 60+60 GB continuam incluindo os Passaportes Europa e Américas, permitindo ao titular da linha utilizar o celular no exterior, em mais de 60 países, como se estivesse no Brasil. A franquia principal do plano (30GB ou 60GB) pode ser utilizada também nos países compatíveis com a oferta e falar ilimitado com telefones do Brasil ou do país visitado.

A partir de agora, o plano de 15+15 GB também passa a contar com o Passaporte Américas. Os planos “Conta Internacional” ainda garantem acesso ao Claro Idiomas by Busuu para ajudar na comunicação mundo afora. Mas, segundo a operadora, o Extra Play, que permite acesso aos aplicativos de vídeo, é válido apenas no Brasil. Confira as ofertas: https://www.claro.com.br/novopos

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

14/12/2018
Clonagem de celular preocupa Anatel e operadoras

10/12/2018
Municípios seguram 4 mil pedidos para novas antenas de celular

07/12/2018
Governo faz ajuste em PPB de celulares

04/12/2018
No Brasil, 54 de cada 100 celulares já são 4G

24/10/2018
Itália multa Apple e Samsung por atualização que reduz desempenho de celular

22/10/2018
São Paulo leva até 5 anos para licenciar novas antenas de celular

17/10/2018
Félix, Claro: Brasil tem de mudar para não ficar para trás

17/10/2018
Para CTO da TIM, sem antenas 5G não vai sair do discurso no Brasil

16/10/2018
Claro terá rede 100% pronta para IoT até meados de 2019

03/10/2018
Acesso patrocinado abre novas receitas para teles

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site