INCLUSÃO DIGITAL

Novo edital para Cidades Digitais exige compartilhamento das fibras

Luís Osvaldo Grossmann e Rafael Mariano ... 19/10/2018 ... Convergência Digital

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações prepara o lançamento de um novo edital do programa de Cidades Digitais. Desta vez, o orçamento, próprio e combinado com emendas parlamentares, terá cerca de R$ 64 milhões e foco em 107 municípios. A novidade é que as prefeituras terão que compartilhar as novas redes.

“A implantação é paga pela União e doada ao município. Mas agora o município se obriga a compartilhar essa infraestrutura. Com isso a gente acredita que provedores de acesso a internet, particularmente provedores regionais, possam se consorciar ou eles mesmos tomarem a iniciativa de implantar essas redes, porque posteriormente poderão utilizá-las para comercialização de serviços, garantindo a manutenção e capacidade para a prefeitura”, explica o diretor do departamento de inclusão digital do MCTIC, Américo Bernardes.

Originalmente, o compartilhamento de infraestrutura viria previsto no novo Decreto presidencial que consolidaria as políticas públicas de conectividade, mas que até agora não foi publicado. Daí a ideia de incluir essa obrigação no próprio edital da próxima fase do programa agora chamado de Cidades Inteligentes, pelo qual é construída uma rede de fibra óptica que conecta órgãos públicos municipais e prevê oferta de WiFi gratuito em áreas da cidade.

Segundo Américo Bernardes, o compartilhamento “o compartilhamento é um elemento central para garantir a sustentabilidade do programa e ampliar o acesso da população. Um provedor com infraestrutura implantada pode partir daí para multiplicar o acesso local à internet”. Ele adianta que “quem quiser acesso ao termo de referencia só precisa escrever ao Ministério. E em lançando a licitação, estamos trabalhando com um edital que vai ficar na praça por pelo menos três semanas, de forma que empresas possam se consorciar, firmar parcerias para implantar a infraestrutura”.


America Net: Programa WiFi Livre SP une risco e oportunidade de negócios

Operadora investirá R$ 20 milhões na iniciativa e aposta que o retorno virá com a exposição da marca junto aos assinantes, revela o vice-presidente, José Luiz Pelosini. America Net vai ter 619 pontos de acesso WiFi gratuito público na capital paulista.

Um terço das casas no Brasil usam antenas parabólicas

Segundo o IBGE, são 23 milhões de domicílios, bem espalhados pelo país. Isso revela o problema que a Anatel terá para mitigar as interferências e liberar a faixa de 3,5GHz para o 5G.

Internet chega a 3 de cada 4 domicílios no Brasil

Nas mãos de 84% dos brasileiros, o celular é o típico aparelho para uso da rede. Mas as conexões fixas já alcançam 73% dos lares do país, conforme dados da PNAD Contínua TIC 2017, do IBGE. Mas quase 30% da população ainda acha que o acesso à Internet é caro.

Viasat: TCU controla viabilidade de acordo com Telebras

Segundo a vice presidente da empresa, Lisa Scapone, a demanda existe e pode ser medida pelo Gesac, mas operação comercial no Brasil depende dos ajustes no contrato para uso do satélite nacional.

Anatel indica que banda larga móvel pode ficar com sobras da TV Digital

“Edital tinha dois objetivos: a transição do sistema de TV digital e o desenvolvimento da banda larga móvel no país”, afirma presidente da agência, Leonardo de Morais. Saldo chega a R$ 877 milhões.

PC fica cada vez mais distante da população mais pobre no Brasil

Dados do IBGE revelam que os mais pobres do País trocaram os PCs pelos celulares e tablets. A proporção da população com acesso à internet no domicílio passou de 67,9% em 2016 para 74,8% em 2017.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G