Home - Convergência Digital

Teles vão ganhar dinheiro com coisas conectadas como provedores de serviços

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 25/10/2018

Como monetizar as coisas conectadas têm sido a grande pergunta do ecossistema de Internet das Coisas. Especialmente nas operadoras de telecomunicações. E ganhar dinheiro com IoT acontecerá com serviços que facilitem ainda mais o dia a dia das pessoas, observa Paulo Zambroni, da Ericsson Brasil. No Futurecom 2018, realizado de 15 a 18 de outubro, em São Paulo, a fabricante apresentou um case: bicicletas conectadas a um sistema de monitoramento e de gestão de recursos.

"O modelo permite que uma pessoa usando a bicicleta possa parar num café e pagar pelo sensor. Esse modelo faz com que a tele deixe de ser um canal de tecnologia e se torne um provedor de serviços dentro de um novo ecossistema", frisa o especialista. A fabricante estima que, em 2023, serão mais de 20 bilhões de objetos conectados a partir do serviço comercial do 5G.  Assistam a entrevista com Paulo Zambroni, da Ericsson.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/06/2019
Biometria é o ‘empurrão do governo’ para aumentar a bancarização

24/06/2019
5G redefinirá o papel de uma operadora de telecomunicações

19/06/2019
Avanço dos hackers vai fazer brasileiro comprar mais seguros

17/06/2019
Arquitetura distribuída: uma tendência que vai chegar ao Brasil

17/06/2019
Banco do Brasil usa IoT na gestão dos ativos de terminais de autoatendimento

14/06/2019
Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

13/06/2019
Thales Teixeira, da Harvard: disrupção digital vai muito além da tecnologia

13/06/2019
Correntistas 100% digitais desafiam atendimento bancário

12/06/2019
Maior parte das fintechs ainda busca escala para atrair investimentos

12/06/2019
Embratel: transformação digital exige experimentar e errar

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site