TELECOM

Vivo é a primeira a confirmar desinvestimento na TV via satélite

Ana Paula Lobo ... 30/10/2018 ... Convergência Digital

A TV via satélite, o DTH, que abriu a porta do mercado para as operadoras de telecomunicações, não é mais prioridade na Vivo. Em teleconferência de resultados do terceiro semestre, nesta terça-feira, 30/10, o COO da Vivo, Christian Gebara, afirmou que a operadora vai reduzir em quase 40% os investimentos com o DTH, que atualmente, respondem por mais da metade dos assinantes de TV no país.

A Telefônica, segundo dados da Anatel, possui 8,99% do market share nacional. O Grupo América Móvil - Claro, NET e Embratel - detém 49,6% dos acessos ativos, com a Sky, da AT&T, na segunda posição, 29,4%.

A Vivo pretende encerrar este ano com 9 milhões de residências na área de cobertura de serviços de fibra óptica. Até 2020, a projeção é ter 15 milhões de casas prontas para assinar o serviço", observou o COO da Vivo. A operadora terá rede FTTH - fiber to the home - em 25 cidades até dezembro. O IPTV está disponível em 98 cidades.

“Nossos investimentos seguem em ritmo acelerado com foco na ampliação do nosso mapa de cobertura e na expansão da rede móvel 4G, presente hoje em cerca de três mil municípios; e 4G+, que já alcança quase 900 cidades. Na rede fixa estamos entregando cada vez mais munícipios com fibra. Lançamos 16 novos municípios, mesmo número de cidades que entregamos em 2017 e, até o final deste ano serão mais de 25 entregues no total, incluindo novas capitais”, completou Gebara.


Internet Móvel 3G 4G
4G:Claro supera rivais em experiência de navegação. TIM tem menor latência

Operadora tem vantagem de até 10% em critério que avalia a boa experiência em serviços como streaming e vídeochamada. Em latência, combinando 3G e 4G, a TIM fica à frente.  Estudo foi feito pela empresa canadense Tutela com mais de 16 milhões de smartphones.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

TIM quer infraestrutura única para cidades com menos de 30 mil habitantes

Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, não faz sentido infraestruturas diferentes em localidades onde a receita é mais baixa. CEO da TIM, Pietro Labriola, fala em IoT como fonte nova de receita.

Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

Agência vai manter o grupo de trabalho criado para acompanhar a operadora. Também quer receber dados financeiros, fluxo de caixa atual, receitas e custos e financiamentos, além de eventuais alienações. Prazo dado à Oi para passar as informações é de 60 dias.

Uma em cada cinco conexões à internet fixa acontece por fibra óptica

Em 12 meses, proporção dos acessos registrados pela Anatel que usam a tecnologia passou de 12% para 20% do total. Cabo detém outros 30%. O Brasil contabiliza 6,33 milhões de acessos em fibra óptica. ISPs mostram força e já representam 21% do market share.

Smartphones puxam demanda global por carregadores sem fio

Segundo números da consultoria IHS Markit, em 2018 foram registrados embarques de 300 milhões de smartphones com essa tecnologia.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G