Convergência Digital - Home

Sabesp busca eficiência com adoção de containers

Convergência Digital
Fernanda Ângelo - 07/11/2018

Embora tenham o entendimento do quanto o modelo de containers pode trazer agilidade para a entrega de soluções e novas funcionalidades, as empresas ainda precisam de ajuda para encontrar o caminho até essa nova arquitetura, observou o especialista em arquitetura da Red Hat, Rafael Chies, em palestra no evento Container of ideas, realizado nesta terça-feira (06), em São Paulo.

O primeiro passo, de acordo com Chies, é a empresa entender qual a motivação de negócio por trás da decisão de migrar para uma estratégia de containers. Na maioria das vezes, as empresas sabem aonde preciam chegar. Mas precisam de ajuda para trafegar o caminho com o mínimo de distúrbio possível.

"O mercado demanda mais agilidade por parte das empresas, e os containers permitem uso e feedback intensivos, soluções voláteis e vantagens competitivas com melhor time-to-market", exemplifica o especialista. Mas é preciso, de acordo com ele, começar por projetos menores e internos.

Chies citou um programa criado pela Red Hat especificamente para ajudar as empresas no processo de entendimento de demandas e caminhos para a adoção de Containers. Segundo ele. os clientes alcançam 120% doi ROI nesse serviço com um payback de 17 meses.

Sabesp migra para containers

Justamente em busca de mais agilidade na entrega de soluções, a Sabesp adotou a plataforma de containers da Red Hat. Segundo Chies, a companhia de saneamento do estado de São Pajo já possuía uma estratégia de cloud estruturada, baseada numa plataforma de hardware muito robusta, mas não uma base de software igualmente capaz. Foi isso o que ela buscou na solução da Red Hat.

"A Sabesp optou pela Red Hat Openshift baseada no Kubernets para orquestração de containers", contou Chies, lembrando que a solução é projetada tanto para aplicações tradicionais quanto nativas de cloud. Reforçando a ideia de que não vale a pena começar por workloads críticos, o workload inicial sugerido foi de criticidade moderada. "Foram selecionadas aplicações intranet, com representatividade no todo e capazes de gerar benefícios perceptíveis", disse Chies, revelando ainda que a companhia colcou um portal legado no container.

Entre os benefícios alcançados pela Sabesp com a adoção da plataforma de containers estão o ganho de eficiência de infraestrutura, aumento da disponibilidade do portal e agilidade nas modificações e publicações. "Publicações que antes levavam horas hoje são realizadas em minutos", conta Chies. A companhia agora deve seguir expandir a migração de ferramentas para containers e a integração do mundo Openshift com o ecossistema e parceiros.

O executivo conversou com a CDTV, do Portal Convergência Digital, sobre por onde as organizações devem começar a pensar em migrar para containers e falou sobre as soluções da Red Hat específicas para a adoção e governança dessa arquitetura. Confira a íntegra da entrevista.


Destaques
Destaques

Apenas um em quatro executivos de TI no Brasil conhece ou planeja adotar computação em memória

Na era em que o dado virou o protagonista dos negócios, ter uma infraestrutura capaz de processar e transformar esse dado em informação é crucial, adverte o gerente de Consultoria e Pesquisa da IDC Brasil, Pietro Delai.

Makro avança com a transformação digital

Rede varejista adotou a platforma na nuvem para comércio eletrônico da SAP, o C/4Hana, para assegurar a jornada digital da experiência do consumidor. "Desafiamos a nossa cultura e mudamos para ficar com o cliente", disse o CIO do Makro, Marcus Falcão.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site