GESTÃO

Prati-Donaduzzi investe R$ 3,2 milhões para garantir alta disponibilidade de TI

Fábio Barros ... 14/11/2018 ... Convergência Digital

A Prati-Donaduzzi, maior produtora de medicamentos genéricos do mundo, reestruturou seu data center, localizado em Toledo, no Paraná. O projeto, além da renovação do parque de hardware, contemplou também a ampliação da estrutura, que hoje permite a redundância dos dados e alta disponibilidade de serviços de infraestrutura de TI da companhia.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o supervisor de infraestrutura da companhia, Giovanni Buranello, conta como o investimento de R$ 3,2 milhões elevou a capacidade de sua estrutura, dando sustentação ao crescimento acelerado registrado pela empresa nos últimos anos.

A nova estrutura se comunica com o data center atual por meio de dupla conexão mantida por fibra óptica, o que garante a velocidade de tráfego de dados. "Somos uma empresa que produz 12 bilhões de doses terapêuticas por ano. Não podemos nos dar ao luxo de parar o data center e correr o risco de impactar a produção", afirma. "Com dois data centers conseguimos alta disponibilidade e tolerância a falhas em storage. Esse era o nosso grande desafio." Assistam a entrevista.


Ministério Público regulamenta uso do WhatsApp para intimações judiciais

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o uso do WhatsApp para intimações de processos que tramitam no órgão e no Ministério Público.

Conselho Federal de Medicina inicia tramitação online dos processos

A automação vai começar com as sindicâncias, mas o objetivo é que até o final da atual gestão, em outubro, todos os processos ético-profissionais também tramitem de forma online. Investimentos são orçados em R$ 4 milhões.

Huawei recicla 850 toneladas de lixo eletrônico no Brasil

Material é reciclado em Sorocaba, no interior de São Paulo.  Quarenta e duas toneladas foram de eletrônicos e cabos representaram 37 toneladas.

eSocial define configuração padrão na base de dados

A configuração padrão utilizada na base de dados do eSocial é “Case Insensitive” para diferenciação entre maiúsculo e minúsculo. Isso significa que a utilização de letras maiúsculas ou minúsculas no preenchimento dos campos é indiferente para a base de dados.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G