NEGÓCIOS

SINDESEI aposta na retomada do crescimento com novo Governo do DF

Luiz Queiroz ... 28/11/2018 ... Convergência Digital

A crise econômica que vem se arrastando nos últimos quatro anos, notadamente com o aprofudamento da recessão nos últimos dois, após a adoção de medidas econômicas para conter o crescimento da inflação, acabou levando ao fechamento de quase 400 empresas prestadoras de serviços de Tecnologia da Informação.

A avaliação foi feita pelo presidente do SINDESEI - Sindicato das Empresas de Serviços de Informática do DF, Marco Tulio Chaparro. Segundo ele, o setor de TICs de Brasília conta com quase cinco mil empresas e está pronto para a retomada do crescimento com a aposta feita na chegada do governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

E esse otimismo tem sua razão de ser. Pela primeira vez, inclusive, o setor é chamado a compor um governo de transição, com a presença do presidente do Sindicato da Indústria da Informação (Sinfor), Ricardo de Figueiredo Caldas. Através de seu conhecimento, o setor vem contribuindo com informações e preparando o terreno para a adoção de medidas que no futuro tirem o Governo do Distrito Federal do atraso tecnológico em que se encontra e transforme Brasília numa "cidade inteligente".

"Entendemos que só com novas políticas públicas podemos reverter esse cenário", destacou Chaparro, durante a abertura ontem da segunda edição da mostra de tecnologia e seminário "Brasília Mais TI", que este ano traz o tema central de debates a "Transformação Digital na Sociedade Brasileira e a Transformação Digital na Cidadania".

O evento foi organizado pelo Sinfor, em parceria com as demais entidades representativas do setor de TICs de Brasília, além do patrocínio de empresas e do governo federal.


Cloud Computing
Google abre temporada de cursos gratuitos sobre nuvem

Cloud Onboard seguirá até 30 de julho. No ano passado, evento reuniu mais de 2 mil pessoas em São Paulo. São temas big data, machine learning e desenvolvimento de aplicações.

#apoieojornalismoespecializado é prorrogada até 31 de julho

Campanha foi estendida como agradecimento aos apoiadores: ABERT, ABES, Abinee, Abranet, Abratel, Abrint, ABTA, Algar, Assespro, Associação Neo,Brasscom, Brisanet, Cisco, Claro, Commscope, CPQD, Embratel Claro, Ericsson, F5, Feninfra, Fitec, Futurecom 2020, Highline, Huawei, Infobip, Intel, Kryptus, Mercado Livre, mobi2buy, PadTec,
Positivo Tecnologia, NIC.br, Oi, RNP, SAS, SindiTelebrasil, Stefanini,
Surf Telecom, Sky, Take, TelComp, TIM ,  Vero Internet, Viasat, Vivo e WDC Networks. 
A #apoieojornalismoespecializado une os veiculos - Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside. Participe. Venha fazer parte do time que apoia o jornalismo especializado.

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Empresa de meio de pagamentos quer investir em serviços financeiros e em ferramentas de vendas online. Em abril, a companhia, em parceria com o Grupo Globo, lançou a TON, voltada para trabalhadores autonômos.

Covid-19 fez produção da indústria eletroeletrônica recuar 9,1% em março

Abinee adverte que no mês de abril haverá uma nova queda, provavelmente ainda mais aguda, por conta das medidas de isolamento social.

#apoieojornalismoespecializado

Ação inédita une o Convergência Digital, o Mobile Time, o Tele.síntese, o Teletime e a TI Inside para uma campanha integrada para chamar a atenção para a relevância e o papel do jornalismo especializado setorial. O movimento é para financiar os esforços jornalísticos durante esse período de pandemia de Covid-19. Saiba quais são as empresas que já aderiram à nossa iniciativa e estão ajudando o jornalismo especializado.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G