GESTÃO

Serpro antecipa relatório e projeta lucro de R$ 191 milhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 29/11/2018 ... Convergência Digital

Com o perfil voltado às privatizações do novo governo Jair Bolsonaro, o Serpro divulgou um balanço da administração em que se posiciona entre as estatais lucrativas. Segundo o documento, que antecipa em mais de um mês as demonstrações contábeis, o Serpro terá lucro de R$ 191 milhões em 2018 – o segundo consecutivo e 54% acima dos R$ 123 milhões de 2017.

O documento, expressamente feito para destacar a atuação da gestão atual, aponta que em maio de 2016 a empresa acumulava prejuízos de R$ 310 milhões e que até aqui houve total reversão do cenário. “O ano de 2018 marca a conclusão de um ciclo de transformação no Serpro (...). Este balanço pretende contar essa trajetória, que começa quando assumi a presidência do Serpro, em maio de 2016”, festeja a presidente da estatal, Glória Guimarães.

O lucro projetado indica que o faturamento bruto será de R$ 3,13 bilhões, frente aos R$ 2,93 bilhões de 2017. E destaca os ganhos da estatal com a venda de serviços para além do previsto no Orçamento da União. “As linhas de Informação e de Nuvem, que representavam juntas 6,3% do faturamento da empresa em 2016, subiram para 8,1%, em 2017, e tem previsão de fechar 2018 representando 9,3%”, aponta o documento.

O resultado deixa o Serpro ‘empatado’ ao longo da década encerrada em 2018. A empresa registrou lucros em 2009, 2012, 2013 e 2017, além do agora projetado. E igualmente em outros cinco exercícios houve prejuízo: 2010, 2011, 2014, 2015 e 2016, este último já sob a atual administração e no valor de R$ 162,3 milhões. Em 2015, o buraco fora de R$ 335 milhões.

Os números do relatório da administração deste 2018 tomam por base o desempenho acumulado até setembro, quando a receita líquida dos nove primeiros meses do ano batia em R$ 1,8 bilhão e o lucro em R$ 232 milhões. O documento não menciona qual o impacto do contrato de R$ 336,7 milhões, firmado com o Ministério do Planejamento em outubro, para serviços até 2020.


Carreira
Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

Assespro: Lei de apoio financeiro às PMEs é bem-vinda, mas ainda há a exigência de garantias

Governo Bolsonaro sancionou a Lei 13/999/2020 para crédito às PMEs por conta da pandemia de Covid-19. Até o momento, conforme pesquisa do SEBRAE, as pequenas e médias empresas tiveram mais de 80% dos seus pedidos de crédito rejeitados.

Justiça Federal acata pleito e investe em software feito em código aberto

Sistema  eproc, desenvolvido pela Justiça Federal da 4ª Região, já distribuiu mais de 10 milhões de processos e teve a sua continuidade assegurada pelo Conselho da Justiça Federal.

Governo vai usar Alexa, da Amazon, para informar sobre serviços digitais

Acordo permite, até aqui, que a assistente virtual responda a algumas perguntas, como os procedimentos para emitir documentos digitais, pedir seguro desemprego ou se informar sobre prevenções à Covid-19.

Projeto quer isentar empresas do Simples de pagar impostos em 2020

O senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) apresentou ao Senado um projeto (PLP 121/2020) que cria o Financiamento Simplificado Especial Temporário (FSET).




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G