Home - Convergência Digital

5G põe um ponto final num ciclo de grande desperdício de energia em telecom

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 30/11/2018

Se até a massificação do 3G havia uma grande disputa global, entre fabricantes e governos, para ser o primeiro em tudo, agora, o 5G estabelece um alinhamento em busca de um padrão global capaz de sustentar um ecossistema produtivo.

"De verdade, houve um grande desperdício de energia e de dinheiro no setor, com disputas desnecessárias. É claro que sempre vão existir nuances competitivas, mas se trabalha mais pela harmonização e pelo negócio", observa o diretor Sênior de Desenvolvimento de Produtos da Qualcomm, Roberto Medeiros.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o 5G Event Global, organizado pela Telebrasil, no Rio de Janeiro, e que reuniu especialistas do planeta para debater o futuro do 5G, Medeiros disse que o ciclo vicioso de duas décadas vividas no Brasil acabou e o 5G obriga a indústria a abrir os seus horizontes e a ficar mais colaborativa.

"O 5G não é mais do mesmo. Ele não é só velocidade. A próxima etapa é a da padronização das aplicações e o Brasil tem tudo para ter um lugar de destaque mundial", sustentou o diretor da Qualcomm Brasil. Assistam à entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/12/2018
Relatório prevê 25 operadoras com serviços 5G em 2019, 51 em 2020

12/12/2018
Indústria pressiona por faixas de 26GHz, 40 GHz e 66-71 GHz para o 5G

11/12/2018
Preocupação com parabólicas não pode excluir Brasil do 5G

09/12/2018
"O mundo precisa comprar a ideia do 5G nas áreas remotas"

09/12/2018
Japão terá aplicações reais de 5G nas Olimpíadas de 2020

09/12/2018
5G tem vários desafios a serem enfrentados pelo Brasil

07/12/2018
Indústria de TICs brasileira sinaliza apoio à Huawei

06/12/2018
Brasil tem que avançar muito mais em fibra óptica para ter o 5G

04/12/2018
Teles vão investir US$ 47 bilhões até 2020 para atualizar infraestrutura na AL

03/12/2018
Brasil segue tímido nas ações de fomento à Internet das Coisas

Destaques
Destaques

5G exige pelo menos 100 MHz para cada operadora no Brasil

O tema preocupa a coordenação de espectro do 5G Brasil, uma vez que foram destinados 300 MHz na faixa intermediária e há quatro operadoras nacionais.

Segurança cibernética é crítica para o avanço do 5G

O tema é considerado polêmico - até em função das questões políticas que o envolvem como a briga China x EUA -, mas precisa ser debatido, observa Gustavo Correa Lima, engenheiro do CPqD.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site