Convergência Digital - Home

Com nuvem da Salesforce, Alelo se transforma em uma empresa de dados

Convergência Digital
Ana Paula Lobo - 03/12/2018

A Alelo está usando a nuvem - ou melhor a solução Salesforce Sales Cloud - para digitalizar o seu front office de vendas e se consolidar como uma empresa de dados, afirma o diretor de Marketing e Produtos da companhia, André Turquetto. A Alelo é especializada na concessão de benefícios e controlada pelo Banco do Brasil e Bradesco.

"Temos forte atuação em diferentes ramos como alimentação, transporte e saúde, mas queremos mais. Os dados que acumulamos são um potencial de oportunidades", observa o executivo. A parceria com a Salesforce começou em 2014 e, desde então, é aperfeiçoada. O uso do Salesforce Sales Cloud mobilizou treinamento, capacitação e preparação.

"Não basta digitalizar as ferramentas se as pessoas não estiverem preparadas. Nós treinamos nossa força de vendas, nós criamos um modelo mais liberal, mas ao mesmo tempo, temos mais controle das atividades. Não é um monitoramento de vigilância. Em vendas, quem atua bem, ganha mais. No caso, montamos um modelo ganha-ganha", salienta Turquetto.

Com o uso maior dos dados, a Alelo já está se adequando às regras estabelecidas pela Lei de Proteção de Dados Pessoais, mesmo sem uma definição sobre a criação da Autoridade Nacional de Dados. O prazo de 20 meses de adequação foi considerado justo e a Alelo, afirma o diretor de Marketing da companhia, já cumpre boa parte dos requisitos exigidos. "Nossa preparação já começou. Estamos trabalhando para ficar dentro da legislação, mas muitos dos pontos exigidos já eram usados como base da nossa atuação", salienta.

A Alelo também está usando o Salesforce Mobile App para tablets e smartphones. Todo o projeto de adoção do Salesforce Sales Cloud foi feito na metodologia Agile (Ágil) e passou por quatro estágios: detalhamento de necessidade, com consultoria feita pela Salesforce pela Accenture, responsável pela implantação, desenvolvimento, prototipação, teste, homologação e adoção. Os valores do contrato não foram revelados pelas partes.

O vice-presidente de Marketing para a América Latina da Salesforce, Daniel Hoe, diz que o Brasil passa pela segunda fase do uso CRM como ferramenta de trabalho. "Muito se investiu para o back office. Mas agora, com a digitalização, o front office, enfim, ganha atenção. A maior parte das aplicações visa o cliente. Isso é um ganho sem igual. Há muito para se conquistar", afirma. A Salesforce apresentou o seu escritório conceito na capital paulista, que replica moldes globais e também definido pela metodologia Agile, para reunir os cerca de 300 funcionários no País.


LEIA TAMBÉM:
Cloud Computing ... 06/05/2014
Liberty Seguros adota CRM na nuvem
Cloud Computing ... 07/05/2012
CRM se divide na nuvem
PowerEdge MX - Conteúdo Patrocinado Dell EMC - Convergência Digital
Dell: fornecedor tem o papel de habilitar a transformação digital

A nova linha de servidores precisa ser a base do equilíbrio entre as aplicações do futuro e o legado das empresas para assegurar escala e preservar o investimento, observa o vice-Presidente Sênior e Gerente Geral da Dell EMC Brasil, Luis Gonçalves.


Destaques
Destaques

Com nuvem da Salesforce, Alelo se transforma em uma empresa de dados

Especializada na concessão de benefícios e controlada por Banco do Brasil e Bradesco, a Alelo fez uma transformação no seu front office de vendas. "Saber usar os dados para criar novos produtos é o nosso desafio", afirma o diretor de Marketing da Alelo, André Turquetto.

Data centers tradicionais perdem vez no mercado brasileiro

Pesquisa mostra que as empresas estão dispostas a diminuir em cerca de 2,5 vezes o uso das infraestruturas tradicionais. A nuvem privada também perde espaço para as nuvens híbridas.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Data Centers: agora é hora de ver acontecer

Por Gilberto Gonzaga*

O que recentemente era apenas uma tendência já pode ser observado na prática. A expectativa, agora, é que esses movimentos se consolidem cada vez mais e nos levem a uma nova era de conectividade, da qual a América Latina não ficará de fora.

Dados são os dividendos dos tempos atuais

Por Wilson Grava*

Cada vez mais, precisamos ser capazes de analisar e reagir rapidamente aos dados criados. Os últimos dois anos foram responsáveis pela geração de 90% dos dados existentes no mundo.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site