NEGÓCIOS

Dados Pessoais: Unisys diz que tempo é curto e adequação exige a presença do CEO

Ana Paula Lobo e Roberta Prescott ... 04/12/2018 ... Convergência Digital

Com os vazamentos de dados acontecendo cada vez mais, a segurança da informação deixe de ser um tema apenas do departamento de tecnologia para entrar na pauta de negócio. A preocupação com o tema precisa ser de toda a diretoria, enfatizou Mauricio Caetano, diretor-financeiro da Unisys, em encontro com jornalistas nesta terça-feira (04/12).  “Quanto mais se fala em computação em nuvem e internet das coisas, mais a segurança ganha importância. E segurança tem de estar na agenda de todos os executivos e não só de TI”, destacou Caetano.

A proteção de dados será uma linha de negócios para a Unisys e já há uma série de ações direcionadas à transformação digital. Com relação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) - faltam 14 meses para a sua operação efetiva no País - o vice-presidente e gerente-geral para a América Latina da Uniys, Eduardo Almeida, adverte: ela terá  grandes implicações para as companhias de todos os portes. “As empresas, primeiramente, têm de entender quais são as suas vulnerabilidades e conhecer a sua infraestrutura”, assinalou, esclarecendo que, tradicionalmente, as companhias estão sempre um passo atrás dos criminosos.

Almeida deixou claro que o modelo de pensar a segurança física à frente da lógica - colocando apenas firewall e sistemas de prevenção de intrusão - não basta em um cenário com os funcionários levando seus próprios dispositivos, sobre os quais as firmas precisam ter o mínimo de governança. Para as empresas de menor porte, a orientação dele é ter os processos definidos e saber explicar e justificar como os dados são protegidos.

"Os dados são confiados às empresas. Não são delas. Há obrigação de proteção. Nós, na Unisys fizemos o dever de casa. Cuidamos da nossa proteção. E uma das ações foi a capacitação do nosso pessoal. As empresas são as pessoas. Segurança são as pessoas", acrescentou. 2018 foi avaliado como um bom ano para a Unisys no Brasil e na América Latina - os dados ainda não foram fechados e não podem ser revelados -  mas há já a constatação da matriz que houve uma alta taxa de crescimetno na região. “2018 foi um ano importante para a Unisys porque consolidou a estratégia da empresa. Globalmente, a empresa está crescendo a taxas de 3% e a cada trimestre nossos resultados confirmam o financial guideline apresentado”, completou Mauricio Caetano.


Cloud Computing
SAP Brasil: Nuvem descomplica ERP para a transformação digital

Labi Exames adotou o ERP na nuvem e com uma média de 30 mil exames/mês, remodelou o atendimento para as classes de menor poder aquisitivo. "E com lucro", sustentou Marcelo Barbosa, co-fundador da companhia. Presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka, afirma que a transformação digital não acontece só com tecnologia. "Sem boas pessoas, a tecnologia, em sim, não resolve nada".

Por mercado de BPO, Lumen IT compra Superabiz

Valor da transação não foi revelado pelas partes. Expectativa da fusão é simplificar o acesso às soluções de compliance fiscal, jurídico e para o SPED.

#RioéTech abre programação do Rio Info 2019

Evento, que chega em 2019 a sua décima sétima edição, já gerou R$ 250 milhões em negócios. Pré-eventos serão realizados em diversas cidades do Estado do Rio de Janeiro para aproximar empresas e Academia.

TI fica ainda mais estratégica na disrupção digital

“Onde existir um elo mais fraco pode haver uma disrupção grande e entrar uma fintech, uma startup”, lembra o vice-presidente de serviços financeiros da BRQ, José Antonio Afonso Pires.

Unisys: open banking só existirá com a LGPD implementada no Brasil

"Os dois são interligados porque a premissa maior é a segurança da informação", observa o vice-presidente e líder da Vertical de Serviços Financeiros para América Latina, Luís Rego. Decisão do Banco Central de postergar a consulta pública sobre o tema tem pontos positivos e negativos.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G