NEGÓCIOS

Dados Pessoais: Unisys diz que tempo é curto e adequação exige a presença do CEO

Ana Paula Lobo e Roberta Prescott ... 04/12/2018 ... Convergência Digital

Com os vazamentos de dados acontecendo cada vez mais, a segurança da informação deixe de ser um tema apenas do departamento de tecnologia para entrar na pauta de negócio. A preocupação com o tema precisa ser de toda a diretoria, enfatizou Mauricio Caetano, diretor-financeiro da Unisys, em encontro com jornalistas nesta terça-feira (04/12).  “Quanto mais se fala em computação em nuvem e internet das coisas, mais a segurança ganha importância. E segurança tem de estar na agenda de todos os executivos e não só de TI”, destacou Caetano.

A proteção de dados será uma linha de negócios para a Unisys e já há uma série de ações direcionadas à transformação digital. Com relação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) - faltam 14 meses para a sua operação efetiva no País - o vice-presidente e gerente-geral para a América Latina da Uniys, Eduardo Almeida, adverte: ela terá  grandes implicações para as companhias de todos os portes. “As empresas, primeiramente, têm de entender quais são as suas vulnerabilidades e conhecer a sua infraestrutura”, assinalou, esclarecendo que, tradicionalmente, as companhias estão sempre um passo atrás dos criminosos.

Almeida deixou claro que o modelo de pensar a segurança física à frente da lógica - colocando apenas firewall e sistemas de prevenção de intrusão - não basta em um cenário com os funcionários levando seus próprios dispositivos, sobre os quais as firmas precisam ter o mínimo de governança. Para as empresas de menor porte, a orientação dele é ter os processos definidos e saber explicar e justificar como os dados são protegidos.

"Os dados são confiados às empresas. Não são delas. Há obrigação de proteção. Nós, na Unisys fizemos o dever de casa. Cuidamos da nossa proteção. E uma das ações foi a capacitação do nosso pessoal. As empresas são as pessoas. Segurança são as pessoas", acrescentou. 2018 foi avaliado como um bom ano para a Unisys no Brasil e na América Latina - os dados ainda não foram fechados e não podem ser revelados -  mas há já a constatação da matriz que houve uma alta taxa de crescimetno na região. “2018 foi um ano importante para a Unisys porque consolidou a estratégia da empresa. Globalmente, a empresa está crescendo a taxas de 3% e a cada trimestre nossos resultados confirmam o financial guideline apresentado”, completou Mauricio Caetano.


Cloud Computing
Vertiv: Edge computing impõe um novo jogo no negócio de data center

"A arquitetura de rede vai mudar com edge computing e com o 5G. Os mini data centers são o novo grande negócio e vai mudar o perfil dos players", diz o diretor geral da Vertiv no Brasil, Rafael Garrido. A eficiência energética é o grande desafio que se impõe ao mercado daqui pra frente.

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Venda das impressoras de cupom fiscal, principal ativo da Bematech, ficou em R$ 25 milhões e foi feita para a Elgin. Em 2015, a TOTVS investiu R$ 550 milhões na companhia apostando nas vendas combinadas. Os ativos de software foram mantidos pela TOTVS.

SAP e Apple: privacidade dos dados é uma das questões mais importantes do século

"O telefone que você tem no agora no seu bolso tem mais dados sobre você do que em sua casa inteira — se alguém invadir a casa vai saber uma fração do que seu smartphone sabe", advertiu Tim Cook, presidente da Apple. SAP reconstruiu aplicativos móveis para integração total com os dispositivos da Apple.

Guinada digital faz bancos mudarem a maneira de comprar TICs

As instituições financeiras cada vez mais investem no modelo de serviços e no desenvolvimento de aplicações para os clientes, diz o diretor de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Mobile banking vira canal preferido do correntista e chega a dois dígitos na movimentação financeira.

Bancos investiram R$ 19,6 bi em TI. Software e Serviços responderam por R$ 10,1 bi

Segmento financeiro segue sendo o maior comprador de TI no Brasil, ao lado do governo federal. Hoje, de cada 10 transações, com ou sem movimentação financeira, seis são feitas por meios digitais. nuvem, big data, analytics e IA são estrelas.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G