TELECOM

Preocupação com parabólicas não pode excluir Brasil do 5G

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/12/2018 ... Convergência Digital

Na melhor tradição sobre a faixa de 3,5 GHz, as emissoras de televisão voltam a reclamar do tratamento dado pela Anatel para as antenas parabólicas, enquanto a agência promete carinho e atenção com o problema de interferência do uso dessa faixa pelas operadoras de telecom e a recepção de TV em mais de 8 milhões de domicílios brasileiros.

Nesta terça, 11/12, ao endereçar as queixas da radiodifusão na consulta pública sobre a faixa, o presidente da Anatel, Leonardo de Morais, ressaltou que as preocupações são legítimas e estão sendo endereçadas. Mas também defendeu que o Brasil se mantenha entre as primeiras nações na implementação da nova geração tecnológica da telefonia móvel, o 5G.

“Acho que é legitima a preocupação em resguardar a população que ainda tem como principal meio de entretenimento e lazer a TV aberta e que a recebe basicamente por esses sistemas de TVRO. Mas isso não pode contradizer ou ser excludente com o objetivo de o Brasil estar na vanguarda do processo do 5G”, afirmou Morais, que participou de seminário promovido pelo Portal Telesíntese.

Na discussão sobre a destinação da faixa de 3,5 GHz, recém encerrada, as emissoras de TV, conforme manifestação da Abert, reclamam de “equívocos e omissões nos documentos que embasam a Consulta Pública” e acusam “um movimento técnico, contrário ao tratamento político, favorável à não proteção das TVROs que constituem a planta instalada que, sabidamente, tem problemas de qualidade”.

Para Morais, “a A Anatel tem feito um trabalho bastante diligente”. “Temos o primeiro sistema instalado nas Américas de 5G Rooftop no padrão stand alone após o release 15, com core totalmente 5G, para testes. O segundo do mundo. Isso é muito revelador da preocupação com as TVROs. As preocupações estão muito contempladas”, insistiu o presidente da Anatel.

Ainda segundo ele, a licitação prevista para o segundo semestre do próximo ano pode ficar para 2020. “A formatação do edital ainda é um processo que nem começou e dar-se-á mais adiante. Evidentemente que existe uma questão que impacta o cronograma que é a existência de um ecossistema maduro para o 5G. Hoje não existem devices operando em 5G. Então, acredito que esse ecossistema estará maduro ali pelo começo do próximo semestre do ano que vem. Em a Anatel realizado a licitação no final de 2019 ou começo de 2020, vamos estar no timing adequado para endereçar essa discussão.”


Internet Móvel 3G 4G
Qualcomm é multada em mais de R$ 1 bilhão por prática antitruste na Europa

“O comportamento estratégico da Qualcomm impediu a competição e a inovação no mercado”, afirmou a comissária de concorrência da União Europeia, Margrethe Vestager, ao justificar a aplicação da multa. A Qualcomm vai recorrer da decisão.

Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G