INOVAÇÃO

Oi lança novo desafio para startups interessadas em participar do Oito

Da redação ... 15/01/2019 ... Convergência Digital

A Oi prorrogou para o dia 8 de fevereiro o prazo de inscrições para startups interessadas em participar do programa de aceleração do Oito, o espaço de inovação e empreendedorismo da companhia, no Rio de Janeiro. Foi lançado um novo desafio para empreendedores interessados em participar da seleção. O regulamento completo está disponível no site do Oito (www.oito.net.br), onde devem ser feitas as inscrições. O resultado será divulgado em março, após a realização de apresentações presenciais (pitches). O programa está aberto a startups do Brasil e do exterior, com início previsto para março e duração de 9 meses. A seleção será conduzida pela Oi com apoio da Associação Brasileira de Startups.

Os desafios apresentados às startups foram elaborados pela Oi com foco em temas operacionais, financeiros e de negócio, além da categoria “Open Telecom”. A companhia apresenta agora um novo desafio, voltado para o gerenciamento e monitoramento de consumo de energia. Entre os critérios para a seleção para o programa de aceleração estão a capacidade das soluções de atender a áreas estratégicas da Oi ou ter potencial de aplicação em diversos segmentos de atuação de clientes atuais e potenciais da companhia.

O Oito busca contribuir para o desenvolvimento de produtos e serviços de base tecnológica com capacidade de aumentar a eficiência operacional da Oi ou de gerar novas oportunidades de negócios para a companhia ou seus parceiros. Para isso, as startups que participam do programa têm acesso a mentoria e apoio nas áreas gerencial, jurídica, financeira e de comunicação, além de acesso facilitado a produtos e serviços de empresas parceiras, como Nokia, IBM e Amazon Web Services.

As incubadas também têm à disposição até três posições de trabalho no espaço de coworking do Oito e, caso necessário, podem receber aporte financeiro para investimento no desenvolvimento do projeto, em condições e valores que serão acordados entre as partes.

O Comitê Interno de Seleção das startups é composto por executivos da Oi. Além da aderência aos desafios, também serão avaliadas a maturidade do projeto e da empresa, a viabilidade técnica e econômica do empreendimento, a consistência entre o modelo de negócio e a estratégia de entrada no mercado, a base tecnológica e grau de inovação e competitividade da solução, potencial de sinergia da startup com as demais incubadas, e a qualificação dos proponentes e da equipe.

Entre os parceiros do Oito estão Nokia, IBM, Amazon Web Services, CPqD, Senai, escritório Montaury Pimenta, Machado & Vieira Mello, Zendesk, Pieracciani, GEAM e o Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Ministério da Economia quer privatizar o financiamento à inovação

Além das empresas estatais de TICs como Serpro, Dataprev, Telebras e Ceitec, lista da secretaria de desestatizações , comandada por Salim Mattar, inclui a Finep, agência de fomento do MCTIC, e o próprio BNDES.

Com mais IA, biometria e big data, CNH Digital pula de 3 mil emissões/dia para 18 mil/dia

O cruzamento de dados biográficos e biométricos deu resultado e governo federal quer uma plataforma multicanal para atender a demanda de serviços digitais, revela o secretário de governo digital, Luiz Felipe Monteiro. Algoritmos também ganham destaque.

Rede GoB2B quer ser a plataforma de negócios global do Brasil

Empresa responsável pela criação da iniciativa reuniu um banco de dados com mais de 700 mil normas que permite uma companhia brasileira negociar, via rede, com qualquer outra global, sem intermediários apenas pela descrição do produto procurado, conta o dono da patente, Pierre Grossmann.

PwC: Brasil entra na segunda onda dos carros autônomos

Estudo da consultoria,publicado pelo site Autos Giros, mostra que o automóvel está deixando de ser uma propriedade para se tornar ‘apenas’ um veículo para a mobilidade. Mudança estrutural imposta pela tecnologia determina estratégias ousadas.

BNDES dobra financiamento e chega a R$ 30 milhões para projetos de Internet das Coisas

Investimentos somam R$ 88 milhões e vão viabilizar 15 projetos-piloto, tocados por 11 instituições, nas áreas de saúde, rural e cidades inteligentes.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G