INOVAÇÃO

Quase 200 programadores criam algoritmo para localizar vítimas de Brumadinho

Ana Paula Lobo* ... 28/01/2019 ... Convergência Digital

Em pouco menos de 48 horas, 194 desenvolvedores estão trabalhando para aperfeiçoar um algoritmo - em código aberto - que por meio da latitude da pessoa desaparecida correlaciona o sinal do celular com o fluxo da lama despejada na região. "As operadoras têm os dados, mas têm restrições para repassa-los, mas elas podem usar nosso algoritmo, criado a partir de uma demanda da equipe de gerenciamento de crise da Vale", diz Diego Oliveira, da BirminD, responsável pelo código do algoritmo.

A startup foi uma das 150 empresas que atendeu a convoccação feita pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI)  para ajudar nas ações de resgate em Minas Gerais. O algoritmo permanecerá aberto e o objetivo é crfiar uma aplicação nacional, baseada em código aberto, para ser usada em tragédias de grande porte.  Outras startups também aderiram ao apelo da ABDI.

Uma delas é a Nong, que atua com serviço de monitoramento por drones. "A partir das fotos, nós geramos vários mapas. Com essas informações, podemos calcular a declividade do terreno e entender todo o relevo. Em uma operação de resgate, conhecer a declividade é fundamental, podemos direcionar a melhor entrada e como andar no terreno", conta Gabriel Postglione. As câmaras multiespectrais, embarcadas nos drones, permitem o desenho preciso do terreno. Segundo Postiglione, os equipamentos também poderiam ajudar na visualização do local. "As câmeras, voando a 200 metros, conseguem observar, com boa resolução, objetos à cinco centímetros do chão", relata.

Uma outra startup disponibilizou tecnologia para limpeza da água. A O2eco já aplicou a solução no Rio Doce depois do rompimento da barragem de Mariana, em 2015. "Colocamos uma placa de cera com nano minerais. A placa estimula a criação de bactérias que propiciam a limpeza do rio", explica o sócio fundador da startup, Joel de Oliveira Junior.

Com o uso da tecnologia, uma bactéria que se reproduz 8 mil vezes a cada dez horas, passa a fazer esse mesmo processo 8 milhões de vezes no mesmo período. "A solução acelera um processo natural. No Rio Doce, o alumínio teve uma queda de presença na água em 82%, depois de cinco semanas". O processo de limpeza começa a dar resultado aproximadamente cinco semanas depois da colocação das placas. A vida útil da tecnologia, aplicada em um rio, é de três a nove meses.

De acordo com a ABDI, todas as informações vindas pelas startups estão sendo compiladas e repassadas para as autoridades competentes. "Estamos apelando ao espírito solidário do nosso ecossistema de empreendedorismo e inovação para um verdadeiro mutirão cívico de ajuda à cidade de Brumadinho", completa Guto Ferreira.

*Com informações da ABDI


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Rede GoB2B quer ser a plataforma de negócios global do Brasil

Empresa responsável pela criação da iniciativa reuniu um banco de dados com mais de 700 mil normas que permite uma companhia brasileira negociar, via rede, com qualquer outra global, sem intermediários apenas pela descrição do produto procurado, conta o dono da patente, Pierre Grossmann.

PwC: Brasil entra na segunda onda dos carros autônomos

Estudo da consultoria,publicado pelo site Autos Giros, mostra que o automóvel está deixando de ser uma propriedade para se tornar ‘apenas’ um veículo para a mobilidade. Mudança estrutural imposta pela tecnologia determina estratégias ousadas.

BNDES dobra financiamento e chega a R$ 30 milhões para projetos de Internet das Coisas

Investimentos somam R$ 88 milhões e vão viabilizar 15 projetos-piloto, tocados por 11 instituições, nas áreas de saúde, rural e cidades inteligentes.

Europa tem quase R$ 8 bilhões em recursos públicos para microeletrônica

Incentivos garantidos  por França, Alemanha, Itália e Reino Unido focam em chips eficientes, sensores, óptica avançada e materiais compostos.

Economia da cultura deve ser prioridade para o Brasil

O Brasil é muito bom em produzir cultura e não pode menosprezar o valor global de investir em cultura, advertiu o advogado Claudio Lins de Vasconcellos, do Lins Vasconcelos Advogados.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G