TELECOM

Anatel e Teles mantém esquema especial de atendimento em Brumadinho

Convergência Digital ... 04/02/2019 ... Convergência Digital

O Grupo de Crise da Anatel para a tragédia de Brumadinho – que conta com representantes das prestadoras Algar, Claro, Nextel, Oi, TIM e Vivo, além do apoio do sindicato das empresas de telecomunicações (SindTelebrasil) –seguirá em operação até o fim dos resgate das vítimas. A unidade, informa a Anatel, encaminha boletins diários ao Gabinete de Crise da Presidência da República. As equipes das operadoras de telecomunicações foram deslocadas para a região logo após o desabamento da barragem e o escritório da Anatel no estado de Minas Gerais está em prontidão.

Desde que aconteceu o rompimento da barragem da Mina de Córrego do Feijão em Brumadinho (MG), no dia 25 de janeiro, foi estabelecido um Grupo de Crise da Anatel para coordenar a interação com as operadoras para avaliação, reestabelecimento, reparação ou manutenção das comunicações na região. Isso garantiu o funcionamento do sinal da telefonia e da comunicação de dados móveis mesmo com interrupção no fornecimento de energia elétrica. Os primeiros geradores à gasolina chegaram na manhã do dia seguinte à tragédia quando as estações de telecomunicações dispunham ainda de carga para a manutenção das operações.

Outras medidas adotadas na tragédia de Brumadinho foram o reforço da cobertura da telefonia móvel na região, o aumento da capacidade das antenas instaladas e o envio de novas estações itinerantes. Foi também estabelecida uma estação móvel de 4G na banda 28 (700 MHz) para atendimento emergencial de comunicação. Uma medida efetiva foi a possibilidade dos usuários terem roaming disponível para fazerem ligações de qualquer antena, independente da prestadora. As operadoras distribuíram chips à população atingida e aos membros da defesa civil e da missão de ajuda humanitária israelense. Para maior eficiência no resgate das vítimas, após autorização judicial, foi possível identificar a localização dos aparelhos móveis da população local.

Nesta segunda-feira, 04/02, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e a Defesa Civil do estado atualizaram para 134 o número de mortos após o rompimento da Barragem 1 da Vale, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Desse total, 120 já tiveram identidade confirmada pelas autoridades. Ainda estão desaparecidas 199 pessoas.




Internet Móvel 3G 4G
2021 será o ano do salto do 5G

E em apenas dois anos, eles vão representar mais da metade - 51% - das vendas de smartpohones, aponta o Gartner.  No Brasil, ao Estadão, o conselheiro Vicente Aquino, sem dar detalhes, diz que o Governo vai arrecadar R$ 20 bilhões com a venda das licenças, previstas para março de 2020.

Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G