TELECOM

Anatel reserva parte da faixa de 1,9 GHz da Claro para conexões via satélite

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/02/2019 ... Convergência Digital

A Anatel decidiu atender só parcialmente o pleito da Claro para renovar, por mais 20 anos, fatias da faixa de 1,9 GHz usadas na oferta da telefonia fixa. Prevaleceu o entendimento de que é melhor avançar na mudança de destinação de parte desse espectro para conexões móveis. Com isso, a agência decidiu prorrogar o uso por apenas cinco anos.

No todo, a Claro pediu prorrogação das fatias de 1.900 a 1.910 MHz e de 1.980 a 1.990 MHz. O naco mais alto desse espectro está em outros planos. Desde pelo menos 2017 a Anatel discute a destinação da chamada Banda S para o serviço móvel global via satélite. Assim, enquanto a operadora ficou com 1,9 a 1,91 GHz por mais 20 anos, terá o naco de 1,98 a 1,99 GHz somente por mais cinco anos.

“No caso, são frequências empregadas no STFC, notavelmente declinante. Mas consideradas as características da Banda S, a perspectiva de uso está da agenda da Anatel. A destinação pretendida vem a ser uso no serviço móvel global por satélite, para uso da componente terrestre do IMT”, ressaltou o presidente da agência, Leonardo Morais, ao abrir a divergência que se tornou majoritária.

“As faixas de 1.980 a 1.990, um bloco de 10 MHz, compõem o arranjo proposto pela área técnica para tanto e seguem recomendação da UIT. E a harmonização internacional é fundamental para que a implementação de uma nova tecnologia seja eficaz em determinado país”, insistiu Morais, acompanhado por Vicente Aquilo e Emmanoel Campelo.

Aníbal Diniz, relator do pedido, e Moisés Moreira votaram pelos 20 anos. Para Diniz, é preciso lembrar que há 1,6 milhão de usuários que ainda utilizam os serviços da Claro nesse espectro. Mas ficou o entendimento de que haverá cinco anos para a migração deles.

Segundo ainda Emmanoel Campelo, “não fossem 1,6 milhão de usuários, nem seria cogitado renovar esse uso. Já seria razoável prorrogar apenas em caráter secundário. Mas para avançarmos numa solução, concordo com a divergência e os cinco anos já previstos no voto do presidente.” A decisão saiu em reunião extraordinária da Anatel nesta quinta, 7/2, porque o uso atual das faixas vence nesta sexta, 8/2.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Teles fazem cadastramento para atualizar dados de clientes do celular pré-pago

O recadastramento dos usuários junto às operadoras começará nesta quinta-feira, 18/04, pelo DDD 62, alcançando progressivamente todo o País até agosto. Quem não fizer o recadastramento terá a sua linha bloqueada enquanto o cadastro não for atualizado.

Oi faz piloto de internet das coisas rural em 450 MHz

Rede integrada de sensores e dispositivos conecta uma das fazendas da trading Amaggi, em Mato Grosso. Segundo a Oi, faixa de 450 MHz "é fundamental para IoT no campo".

Para a Anatel, prêmio de acessibilidade inaugura regulação por incentivos

“Queremos mudar a ótica, promover competição por qualidade e uma ferramenta são os rankings. Agora acessibilidade, mas teremos no ano que vem de qualidade e atendimento”, diz o presidente da agência, Leonardo de Morais. A TIM foi a primeira colocada em ações de acessibilidade.

Por 5G, Anatel quer triplicar a capacidade de espectro existente

Proposta de nova regulamentação de radioenlaces eleva de 26 GHz para 66 GHz a capacidade disponível. Contribuições serão aceitas por 60 dias. Modelo previsto pela agência prevê novas faixas entre 30 GHz e 170 GHz.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G