TELECOM

Usuários e empresas querem que Anatel invista mais em atendimento

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/02/2019 ... Convergência Digital

A Ouvidoria da Anatel divulgou a primeira pesquisa de satisfação realizada para medir o que usuários e prestadoras acham do atendimento do órgão regulador de telecomunicações. Os consumidores foram levemente mais generosos do que as empresas e na média a agência tirou nota 4,39 em um máximo de 6.

Pela escala utilizada, isso significa que estão, na verdade, pouco satisfeitos. A julgar pelos 15 tópicos, os entrevistados avaliam ser fácil solicitar e acompanhar questões junto à Anatel, que apresenta razoável agilidade, clareza e resolução, mas sofre na estabilidade, complexidade e tempo necessário quando atende demandas de certificação e competição.

A pesquisa para o Índice de Satisfação dos Usuários dos Serviços Prestados pela Anatel de 2018 foi feita a partir de uma base de 1,2 milhão de atendimentos realizados pela agência entre janeiro e outubro do ano passado. Do total, 25,9 mil deixaram e-mails e receberam um questionário, 1.866 responderam.

Com 15 tópicos e quatro públicos – atendimento ao consumidor, certificação e homologação, outorga de serviços e soluções de competição – o boletim reúne 60 notas, das quais apenas duas são 5 (facilidade para pedir e para acompanhar) e cinco são 3. Todas as outras 53 são notas 4.

Como resultado, a Ouvidoria aponta como pontos “prioritários para melhora” exatamente aqueles que receberam as piores notas: estabilidade, complexidade, número de etapas e tempo necessário quando se trata de certificação e homologação ou da aplicação de soluções de competição.

“Apesar da pesquisa apontar para a satisfação do usuário dos serviços, a Agência deve estar atenta às oportunidades de expansão da satisfação dos cidadãos e buscar sempre a melhora de seus padrões de serviço, buscando a excelência”, conclui o relatório.


Internet Móvel 3G 4G
Indústria de Telecom mobiliza força-tarefa para salvar 5G da guerra política

A GSMA, que representa fabricantes e operadoras de telecomunicações, propôs aos governos da Europa a realização de um regime comum de testes de seguranças de rede para evitar a exclusão de fornecedores dos processos. O medo da GSMA é que a disputa entre a Huawei e o governo dos EUA, com respingo na Europa, impacte a construção das novas redes.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Teles vão ao STF contra lei que obriga atendimento em 15 minutos

Nova ação direta de inconstitucionalidade argumenta competência federal sobre telecom para questionar a lei aprovada em São Paulo que dispõe sobre o tempo de espera nas lojas das operadoras.

EUA vai banir Huawei e sugere cortar parcerias com quem não imitar

Em visita ao leste europeu, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, diz que o uso de equipamentos de telecomunicações chineses “dificultam parcerias”.

Teles questionam no STF leis sobre cobrança e desbloqueio de celular

Em duas ADIs, empresas reclamam que leis do Rio de Janeiro invadiram a competência federal para tratar de telecomunicações.

Anatel reserva parte da faixa de 1,9 GHz da Claro para conexões via satélite

Ao analisar prorrogação do uso para telefonia fixa, agência reduziu prazo a cinco anos com vistas a mudar a destinação para o serviço móvel global por satélite.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G