Home - Convergência Digital

Indústria de Telecom mobiliza força-tarefa para salvar 5G da guerra política

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 15/02/2019

Apagar o incêndio e tentar uma saída para o impasse entre a Huawei e o governo dos Estados Unidos para evitar que o desembarque do 5G atrase e crie um efeito-dominó em toda a indústria de telecomunicações. A GSMA, representante dos fabricantes e das operadoras móveis, propôs aos governos da Europa, a realização de testes de segurança de rede para evitar a exclusão de fornecedores do mercado.

As operadoras móveis alertam que a proibição de um fornecedor aumentará os custos para eles e seus clientes, atrasará a implantação de serviços 5G em anos e possivelmente prejudicará as redes existentes. “Tais conseqüências significativas, intencionais ou não, são totalmente evitáveis”, disse a GSMA em um comunicado divulgado antes da realização de Congresso Mundial de Telefonia Móvel em Barcelona.

A GSMA informou a criação de uma força-tarefa de operadores europeus para identificar maneiras de melhorar os regimes de testes existentes executados por operadores individuais, por laboratórios terceirizados ou em parceria com o 3GPP, o órgão de padronização do 5G.

A entidade recomendou aos governos e as operadoras de telefonia móvel para trabalharem de forma conjunta com o objetivo de fechar um acordo sobre um regime de testes para a Europa “para garantir a segurança da rede enquanto mantém a concorrência no fornecimento de equipamentos”.

Em resposta, a Huawei disse:“Estamos comprometidos em trabalhar globalmente com todos os envolvidos na segurança de rede: parceiros, fornecedores, reguladores e governos, para encontrar a melhor maneira de garantir a segurança e a privacidade dos dados.”

*Com agências de notícias

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

21/05/2019
Anatel: Brasil terá espectro suficiente para não ficar com falso 5G

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

20/05/2019
Estados Unidos adiam sanções impostas à Huawei por 90 dias

20/05/2019
Vertiv: Edge computing impõe um novo jogo no negócio de data center

16/05/2019
Huawei: 'lista negra' dos EUA infringe direitos e levanta sérias questões legais

15/05/2019
Teles pedem medidas pró 5G e governo acena com Decreto para antenas

14/05/2019
Huawei acena com acordos anti-espionagem para evitar banimentos

14/05/2019
Ecossistema do 5G já conta com 33 aparelhos em fabricação

13/05/2019
Consumidor brasileiro quer logo o 5G para ter estabilidade na banda larga

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site