TELECOM

Marcos Pontes pede prioridade ao Senado na votação do PLC 79/16

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/02/2019 ... Convergência Digital

O Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, foi nesta sexta, 22/2, ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) ressaltar a necessidade de recuperação do orçamento da pasta e apresentar as prioridades legislativas, com destaque para o projeto de revisão do marco legal das telecomunicações, o PLC 79/16.

“Falei sobre o Orçamento, sobre contingenciamentos e sobre a necessidade do PLC 79”, relatou Pontes, mas descartando um pedido de urgência na tramitação. “Não seria bem urgência, mas ele já está há tempo suficiente transcorrendo que passa a ser urgência pela própria eficiência do processo. O projeto está bom como está, atende as necessidades do país”, afirmou o ministro.

Durante a reunião, Marcos Pontes frisou ser de especial importância que o projeto não sofra alterações no Senado, pois isso exigiria o retorno à Câmara. E encontrou no presidente Alcolumbre boa acolhida para tratativas junto a outros senadores para evitar a aprovação de alguma das 16 emendas apresentadas ao texto.

Mais do que isso, o presidente do Senado se propôs a ajudar outros projetos de interesse do MCTIC, no que o ministro sacou de pronto as propostas relacionadas ao uso dos fundos setoriais de telecom. De público, Pontes indicou que também podem chegar ao Congresso medidas relacionadas ao plano nacional de IoT. “Temos o plano da internet das coisas sendo preparado, que depois vai vir para cá”, disse o ministro.

O próximo passo é tratar com a nova relatora do PLC 79/16, a senadora Daniella Ribeiro (PP-PB). “Já conversei com o presidente da comissão, senador Vanderlan Cardoso [PP-GO], e assim que tiver oportunidade vou conversar com a relatora para explicar todos os detalhes. Acho que está bem encaminhado. Vai ser muito bom para o país. É uma atualização necessária dentro das nossas regulações para que tenhamos o país acompanhando os outros, não podemos ficar para trás.”

Também significativa foi a defesa do ministro pela recomposição de recursos. “Foi uma apresentação do ministério, das oportunidades e também as necessidades que temos em relação a orçamento, às questões de contingenciamento. Muitas vezes se fala em recursos como gastos, mas recursos para Ciência e Tecnologia são investimento, com retorno garantido e rápido. A gente vem perdendo prestígio e orçamento no Ministério de Ciência e Tecnologia. Precisamos recuperar.”

 


Internet Móvel 3G 4G
Leilão 5G na Alemanha já supera 6 bilhões de euros

Licitação, que está na 10ª semana, superou todas as expectativas de arrecadação, mas provoca dúvidas sobre a capacidade financeira dos vencedores para investir na construção das redes.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Telefônica: gap digital é enorme no Brasil

Ao participar do Painel Telebrasil 2019, o presidente da Telefônica/Vivo, Christian Gebara, disse que  a empresa manterá os investimentos no Brasil, mas advertiu que é urgente criar um ambiente mais favorável aos investimentos. Gebara lembrou que 87% dos municípios brasileiros não contam com conexões acima de 34Mbps disponíveis.

Presidente do Senado quer votar marco de telecom até junho

"Estamos buscando o entendimento para ainda neste semestre resolvermos essa matéria e entregarmos ao Brasil a capacidade de investir R$ 20 bilhões, R$ 30 bilhões", disse Davi Alcolumbre às teles durante o Painel Telebrasil 2019.

Leilão do 5G inclui quatro faixas e será o maior da história da Anatel

Proposta que chega ao conselho diretor da agência elenca 3.600 MHz de radiofrequências para o leilão previsto para o primeiro trimestre de 2020. “Quanto maior a disponibilidade, menor será o custo de levar essa capacidade”, afirma o presidente da agência, Leonardo de Morais.

Anatel vai permitir que roteadores WiFi tenham potência maior

“Hoje temos uma limitação de 200 miliwatts na faixa de 5150 a 5350 MHz, limitando o uso apenas indoor, sendo que na faixa superior temos possibilidade de uso de até 1 Watt de potência. Plano é deixar esse limite flat”, explica o gerente de espectro da agência, Agostinho Linhares.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G