INTERNET

Ministério da Justiça discute com Whatsapp e Facebook como acessar dados

Convergência Digital* ... 25/02/2019 ... Convergência Digital

Autoridades do Ministério da Justiça e Segurança Pública se reuniram com a Vice-Presidente Global de Políticas Públicas do WhatsApp, Victoria Grant, e com representantes do Facebook Brasil. Segundo o MJ, o encontro teve por objetivo discutir soluções legais para que autoridades de persecução penal acessem provas telemáticas importantes para resolução de investigações criminais.

Na ocasião, a representante do WhatsApp ressaltou iniciativas da empresa em colaborar com tais investigações, como a disponibilização de formulário online para solicitar informações de interesse judicial, a capacitação de servidores brasileiros que trabalham contra crimes cibernéticos e, ainda, o reforço da equipe do WhatsApp capaz de se comunicar em português e, assim, responder em tempo hábil a pedidos de autoridades brasileiras.

“Os debates abordaram os desafios de conjugar políticas de privacidade da empresa, marcos normativos sobre proteção de dados pessoais e ferramentas de enfrentamento a crimes informáticos. O evento reafirma o compromisso do Ministério da Justiça e Segurança Pública em unir esforços para esclarecer crimes transnacionais que enfrentam desafios tecnológicos complexos e que, portanto, requerem soluções urgentes, criativas e internacionalmente engajadas.”


Dados de 2,4 milhões de brasileiros no SUS teriam vazados. Governo nega

Hacker teria encontrado brecha para divulgar informações do CadSUS, que é o Sistema de Cadastramento de usuários do Sistema Único de Saúde brasileiro (SUS). Ministério da Saúde descarta vazamento, mas encaminhou denúncia à Polícia Federal.

Sérgio Moro cria conta no twitter para “explicar propostas” da Justiça

“Quero explicar aqui o projeto de lei anticrime, além das medidas executivas em andamento do Ministério”, tuitou o ministro, ressaltando que “este twitter é meu mesmo”.

Provedores SCM encostam na Vivo na banda larga fixa

As PPPs fecharam fevereiro com 24,46% do mercado nacional, ou 7,65 milhões de contratos ativos. A Claro segue na liderança com 30,03% do mercado.

Estudo da Google mostra falta de habilidade dos brasileiros na internet

Embora dominem aspectos básicos como navegação e uso de aplicativos, os brasileiros têm dificuldades com comandos de voz, configurações, dados na nuvem e transações online.

Brasil contabiliza 9.486 prestadoras de serviços de SCM

Dados da Anatel mostram que Oi e Vivo são as operadoras com redução de acessos de banda larga fixa de 2017 para 2018.

Revista Abranet 26 . nov-dez 2018 / jan 2019
Veja a Revista Abranet nº 26 Estudo da Abranet revela a existência de um universo díspar entre os prestadores, o que impõe desafios à regulamentação mínima necessária para manter o mercado estruturado e o limite aceitável para a sobrevivência das empresas.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G