INTERNET

Facebook nega ataque de DDoS e estuda ressarcir anunciantes por falha na infraestrutura

Convergência Digital* ... 14/03/2019 ... Convergência Digital

O Facebook ainda enfrenta dificuldades para restaurar plenamente seus serviços nesta quinta-feira, 14/03. depois que uma pane parcial de 17 horas deixou a maior rede social do mundo inacessível para usuários de várias partes do globo, provocando uma onda de queixas na internet. O número de relatos no site de DownDetector —uma das fontes virtuais mais usadas para se saber a quantidade de panes— teve um pico de quase 12 mil, diminuindo gradualmente para algumas centenas na manhã desta quinta-feira, segundo informações da Agência Reuters.

Mas como milhares de usuários se queixaram no Twitter com a hashtag #facebookdown, várias reportagens estimaram milhões de pessoas afetadas. A BBC e alguns outros veículos de mídia disseram ter sido a pane mais longa da plataforma. Aplicativos do Instagram, Whatsapp e Facebook não funcionaram durante boa parte desta quarta-feira, 13, mas a rede de compartilhamento de fotos disse ter voltado ao ar na manhã desta quinta-feira. “Estamos de volta”, tuitou o Instagram com um GIF de Oprah Winfrey gritando com entusiasmo.

O Facebook, porém, ainda não forneceu nenhuma atualização sobre seus outros serviços. A pane afetou ao Brasil, Estados Unidos, Europa e Japão, entre outros.
A empresa sediada em Menlo Park, na Califórnia, que recebe a maior parte de sua renda de anúncios, disse à Bloomberg que ainda está investigando o impacto geral, “incluindo a possibilidade de ressarcimento dos anunciantes”.

O Facebook assegurou no Twitter que o problema não tem relação com um ataque distribuído de negação de serviço (DDoS). Em um ataque DDoS, hackers usam redes de computadores que controlam para enviar um número tão grande de pedidos de informação de sites que os servidores que os abrigam não conseguem mais administrar o tráfego e os sites se tornam inacessíveis.

No Brasil, uma onda de boatos contava que as redes sociais tinham sido bloqueadas para evitar a disseminação de fotos e vídeos do massacre da escola Raul Brasil, em Suzano, São Paulo. Mas, oficialmente, a pane do Facebook, do WhatsApp e do Instagram, todos da rede social de Mark Zuckberg, é uma falha global e não tem nenhuma relação com censura prévia ou contenção de riscos, pelo menos, no mercado do Brasil.

*Com informações da Agência Reuters


Dados de 2,4 milhões de brasileiros no SUS teriam vazados. Governo nega

Hacker teria encontrado brecha para divulgar informações do CadSUS, que é o Sistema de Cadastramento de usuários do Sistema Único de Saúde brasileiro (SUS). Ministério da Saúde descarta vazamento, mas encaminhou denúncia à Polícia Federal.

Sérgio Moro cria conta no twitter para “explicar propostas” da Justiça

“Quero explicar aqui o projeto de lei anticrime, além das medidas executivas em andamento do Ministério”, tuitou o ministro, ressaltando que “este twitter é meu mesmo”.

Provedores SCM encostam na Vivo na banda larga fixa

As PPPs fecharam fevereiro com 24,46% do mercado nacional, ou 7,65 milhões de contratos ativos. A Claro segue na liderança com 30,03% do mercado.

2018 foi o ano de consolidação de FTTH na América Latina

Mas para que o uso da fibra óptica continue crescendo serão necessárias ações regulatórias de fomento à banda larga, novas arquiteturas e o uso de novas tecnologias de FTTH, observou o presidente da Fiber Broadband Association, Eduardo Jedruch.

Estudo da Google mostra falta de habilidade dos brasileiros na internet

Embora dominem aspectos básicos como navegação e uso de aplicativos, os brasileiros têm dificuldades com comandos de voz, configurações, dados na nuvem e transações online.

Revista Abranet 26 . nov-dez 2018 / jan 2019
Veja a Revista Abranet nº 26 Estudo da Abranet revela a existência de um universo díspar entre os prestadores, o que impõe desafios à regulamentação mínima necessária para manter o mercado estruturado e o limite aceitável para a sobrevivência das empresas.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G