TELECOM

Governo do Brasil precisa enxergar o 5G como investimento estratégico

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos* ... 26/03/2019 ... Convergência Digital

O 5G não vai mudar o mundo da noite para o dia, mas o novo salto tecnológico abre um universo de novas possibilidades, com impacto direto na geração de empregos e de renda, sustenta o vice-presidente e chefe de tecnologia, mídia e telecom para as Americas da consultoria Deloitte, Craig Wigginton. O executivo participou nesta terça-feira, 26/03, do Deloitte.ITC - Industry Transformation Cycle, realizado em São Paulo.

“O 5G poderá viabilizar coisas que não foram implementadas antes. Falamos de internet das coisas há muito tempo. É possível implementar IoT com 4G, mas dependendo dos elementos de conexão, dos ecossistemas envolvidos, o 5G será crucial para termos IoT de verdade. Caso dos carros autônomos, das tecnologias automatizadas em saúde, aplicações que exigem baixa latência. Você não vai querer latência em cirurgias remotas ou em carros autônomos”, afirma.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o especialista assegura que haverá ganhos para os países que venham a adotar rapidamente o 5G. “Quanto mais rápido os países adotarem, melhor. Pelo mundo vemos diferentes níveis, diferentes ritmos do 4G para o 5G, ou mesmo do 3G. Para o Brasil, em particular, é uma boa oportunidade para alavancar essa nova tecnologia. Mesmo com o 4G ainda em implementação, adotar rapidamente o 5G em pelo menos áreas populosas é certamente um adicional. Porque ajuda com eficiência de espectro, eficiência de rede.”

Por esse raciocínio, é importante que os governos nacionais entendam que a implantação dessas novas redes são investimentos e não custos a serem contabilizados. “Governos devem pensar amplamente. 5G é um investimento estratégico, não um custo. Hoje é custo, mas é um investimento no futuro, com impacto no PIB, nos empregos. Há muito valor em jogo no desenvolvimento de um novo plano para a banda larga.” Assistam a entrevista exclusiva com o vice- presidente da consultoria e chefe de tecnologia, mídia e telecom para as Americas da Deloitte, Craig Wigginton.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G