Home - Convergência Digital

Inteligência emocional faz a diferença na escolha do profissional de TIC

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 01/04/2019

O jovem que quer trabalhar com TICs precisa, sim, ter a formação que o curso técnico e a graduação oferecem, mas é essencial que esses jovens desenvolvam a competência comportamental, sustenta a gerente de Recursos Humanos da Huawei Brasil, Amália Silva. Segundo ela, saber trabalhar em equipe é obrigatório.

"O conhecimento técnico permite entrar numa empresa, mas lidar com a inteligência emocional mantém o emprego, em especial, aqueles que estão no mundo da Tecnologia ", adverte a executiva, que participou no dia 29 de março, da apresentação dos seis finalistas brasileiros da Huawei ICT Competition. Esses alunos vão para a semifinal no México e, se passarem, vão para a final da disputa, em maio, na China.

Amália Silva admite que cabe às empresas buscarem as universidades. "Nós temos de dizer para as universidades o que queremos do profissional que está sendo lapidado. Temos de fazer muito mais para criar esse vínculo com as universidades", observa. Assistam a entrevista com a gerente de Recursos Humanos da Huawei Brasil, Amália Silva.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/02/2020
Consumo alto de energia desafia o futuro dos data centers

20/02/2020
NIC.br vai capacitar profissionais de provedores de Internet e administradores de redes

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

18/02/2020
Programa gratuito que ensina linguagens de programação para mulheres tem 70 vagas abertas

14/02/2020
Huawei desafia governo dos EUA a provar o uso de backdoors

13/02/2020
Agricultura: Mais de 5 mil torres poderiam ser usadas para levar banda larga à área rural

12/02/2020
Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

12/02/2020
Huawei diz que está pronta para continuar parceria com as teles no 5G

11/02/2020
Qualificar a mão de obra é mais do que urgente no Brasil

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site