SEGURANÇA

No Brasil, 15% dos PCs corporativos não têm proteção contra malwares

Convergência Digital ... 11/04/2019 ... Convergência Digital

O Brasil tem infecções pendentes em 19,54% dos computadores domésticos e em 14,78% dos computadores corporativos, segundo aponta a versão 2019 do  Relatório Global de Riscos para PC da empresa tcheca de softwares de segurança Avast.

O levantamento também aponta que há 7,26% dos usuários residenciais com risco serem vítimas de uma ameaça avançada. Na comparação com os usuários corporativos, o percentual de computadores de empresas brasileiras que estão sob risco de qualquer tipo de ameaça é de 14,78% e de 3,83% com risco para ameaças avançadas.

Os índices são próximos da média global para o caso dos computadores domésticos (20,09%), mas superiores no caso dos riscos para PCs corporativos, onde os 14,78% do Brasil são significativamente maiores que os 10.87% da média dos 70 países analisados pela Avast.

O estudo traz ainda o percentual de risco de ameaças para PCs por estado no Brasil. Maranhão aparece no topo com 23,94% de PCs residenciais com risco para todas as ameaças. Já Alagoas está na liderança com 9,15% de computadores domésticos sob risco de ameaças avançadas.

Com relação às empresas, à frente está o Estado do Amazonas com 20,73% com risco para qualquer tipo de ameaça em PCs corporativos e o Mato Grosso com 4,9% de chance das empresas encontrarem ameaças avançadas.

O estudo apontou, ainda, que os usuários domésticos do Windows 10 são os mais propensos a encontrar um "ataque avançado", definido como uma nova ameaça, ou seja, ainda não vista antes da mesma ser projetada para burlar tecnologias comuns de proteção de software de segurança.

É significativo uma vez que 40% dos computadores, segundo a análise, rodam o Windows 10. O Windows 7 ainda lidera (43%). Segundo os dados, usuários domésticos de computadores com Windows 7, 8 e 10 têm 20% de chance de encontrar qualquer tipo de ameaça em seus PCs.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Adiar a LGPD para ganhar tempo não vai resolver o problema das empresas

“Existe um viés de adiamento, mas isso não vai resolver o problema”, afirma o gerente de contas do grupo Binário, Leandro Alves.

Cyberseason se alia à NEC e diz que LGPD vai mudar a cibersegurança no Brasil

"O hacker brasileiro é único. Ele não quer atacar fora da fronteira. Ele ataca internamente. É um comportamento diferente", afirmou o co-fundador e CEO da Cyberseason, Lior Div. O 5G também trará mudanças relevantes.

Dispositivos conectados: fabricantes precisam ter regras para cumprir no País

“Há necessidade de atenção, porque é mais interessante, no lugar da atualização do sistema, lançar um novo produto”, alerta o assessor do CTIR/GOV, Democlydes Carvalho.

Exploit 'dia zero' é descoberta no Windows

O exploit, adverte a Kaspersky, faz parte de uma campanha maliciosa avançada que burlava a proteção do Google Chrome.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G