INCLUSÃO DIGITAL

Provedoras mineiras se unem e iluminam 750 Km de fibras ópticas

Convergência Digital* ... 16/04/2019 ... Convergência Digital

As provedoras de serviços mineiras Century Telecom, Corporativa e Starweb fecharam uma parceria para garantir a expansão de suas redes de transmissão até a capital paulista. No total, serão mais de 750 quilômetros de redes ópticas iluminadas para interligar as duas regiões metropolitanas do país. Com a expansão da malha óptica até São Paulo, a expectativa das operadoras é registrar um aumento expressivo no número de clientes nos próximos anos – juntas, as empresas já somam mais de 100 mil clientes em Minas Gerais.

"A expansão permitirá interligar os datacenters de Belo Horizonte e São Paulo, cidade que é um dos maiores pontos de troca de tráfego de dados do mundo e onde estão localizados os principais links internacionais com o Brasil", destaca Alonso Gomes, Diretor Executivo da Century Telecom. "Além disso, com as aplicações exigindo cada vez mais banda e velocidade, é necessário intensificar os investimentos em redes de alta capacidade. Nesse sentido, a parceria para a construção de novas redes de longas distância no Sudeste é uma oportunidade que se estende também a outras operadoras da região", acrescenta Tobias Sousa, Diretor Executivo da Corporativa.

"No ano passado, a Starweb foi eleita pelo site Minha Conexão (especializado em testes de velocidade) a provedora do estado de Minas Gerais com os serviços de internet mais rápida, alcançando a sexta posição no ranking nacional", comenta Kleber Maciel, Diretor Executivo da Starweb. "Nesse sentido, é bom poder contar com a parceria da Padtec, para continuar oferecendo aos nossos clientes uma experiência única de alta conectividade", destaca Kleber.

Para iluminar a nova rota da provedora entre as duas capitais, a Padtec forneceu transponders, amplificadores ópticos e sistemas de proteção de rota. Ainda neste semestre, as operadoras planejam iluminar novos trechos entre São Paulo e Minas Gerais utilizando os modernos transponders duais de 100 Gb/s – lançados recentemente pela Padtec – e expandir a capacidade de transmissão das redes para taxas de até 200 Gb/s.

Alinhada às tendências internacionais da tecnologia nessa área, a nova linha de transponders de 100 e 200 Gb/s (por canal óptico) da plataforma LightPad i6400G da Padtec combina alta taxa de transmissão de dados com menor ocupação de espaço e consumo por bit transmitido. "Uma das novidades técnicas dessa geração de transponders está nas interfaces mais flexíveis, que permitem melhor adaptação dos canais ópticos às demandas de performance e de expansão da rede", ressalta Argemiro Sousa, Diretor de Negócios da Padtec.

*Com informações da Padtec


Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.

Anatel quer saber se há interesse em investir em satélites no Brasil

Consulta pública sobre o tema recebe contribuições até 7 de setembro. Ideia é saber se há empresas que queiram prover serviço ininterrupto de capacidade satelital por cinco anos a partir de 1 de janeiro de 2021.

Sem rede e velocidade de conexão, escola rural padece para acessar à Internet

Apenas 34% das escolas possuem ao menos um computador com acesso à internet e a velocidade de conexão é baixa para permitir uso pedagógico, na faixa de 2 Mbps, revela a pesquisa TIC Educação 2018, do CGI.br.

Anatel quer BNDES como agente financeiro para usar FUST na expansão da banda larga

Agência reguladora aprovou o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações, o PERT. De acordo com a Anatel, 3.542 dos 5.570 municípios do país não possuem acesso à rede de fibra óptica. Agência também diz que dos R$ 20 bilhões do FUST, apenas R$ 200 mil foram aplicados no setor.

Acesso à Internet reproduz desigualdade social e econômica no Brasil

Estudo do IPEA mostra que a falta de acesso à internet repete as mesmas adversidades e exclusões já verificadas na sociedade brasileira no que tange a analfabetos, menos escolarizados, negros, população indígena e desempregados.  Homens e mulheres têm comportamento semelhantes na Web.

Google Station é plataforma de monetização para Programa WiFi Livre SP

Empresa firmou parceria com América Net e Linktel, com patrocínio do Itaú, e já conta com 80 hotspots distribuídos na capital de São Paulo.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G