INTERNET

Vispe Capital e BEX se unem por investimento estrangeiro para ISPs

Convergência Digital* ... 22/04/2019 ... Convergência Digital

A Vispe Capital, empresa de consultoria estratégica e financeira focada no universo de provedores de Internet (ISP's) e empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), especializada em auxiliar em operações de Fusões e Aquisições (M&A), captação de recursos financeiros, reestruturação empresarial e na elaboração de laudos de Avaliação de negócios (valuation), associou-se com a BEX  para implementação de um novo projeto estratégico de consolidação para o mercado de provedores (PNCP – Plano Nacional de Consolidação de Provedores) com o objetivo de atrair fundos de investimento e investidores internacionais.

Conforme Droander Martins, CEO da Vispe Capital, o foco é estabelecer um link confiável, transparente, seguro e ágil entre o mercado de ISP´s e investidores da América, Europa e Ásia que compõem a carteira da BEX, formada por 5209 investidores cadastrados (fundos de Private Equity, grupos empresariais, search funds, family offices, institucionais e fundos soberanos, além de vasta gama de investidores qualificados).

"Estamos falando de oportunidades de negócios sem precedentes para o mercado de telecomunicações brasileiro. A plataforma de investimentos da BEX conta, hoje, com mais de US$ 92,7 bilhões em ativos cadastrados, e nossa missão é aproximar esta estrutura das empresas nacionais de grande potencial", destaca Martins.

O diretor destaca, ainda, que o mercado de provedores está em expansão e o processo de consolidação é um caminho inevitável. Porém, muitas empresas deste segmento estão sem acesso a recursos financeiros, ou em um momento em que são muito grandes para serem comprados por outros provedores e muito pequenos para serem adquiridos por um grande fundo de investimento.

A BEX possui acesso a investidores de diversos portes, desde aqueles que disponibilizam recursos financeiros com foco em pequenas operações, passando pelos que atingem operações intermediárias, até os de primeira linha, com apetite para maiores investimentos.

"Não por acaso, a BEX é maior gestora de fundos de investimentos da América Latina, e conta com mais de 2982 membros associados, entre boutiques de M&A, bancos de investimentos, advogados especializados em fusões e aquisições em toda Latam", salienta Martins. "A Vispe é a única boutique de investimentos associada a BEX que representa exclusivamente o mercado de telecomunicações", complementa.

O executivo explica que a atuação da Vispe na parceria se traduzirá em identificar os melhores ativos de provedores e empresas de TIC, a fim de aproximá-los de investidores interessados por meio da plataforma BEX. Rigorosas com os fundos, a BEX e a Vispe também são criteriosas na seleção dos candidatos a investimentos, que precisam cumprir requisitos elevados.

"Para serem elegíveis para os fundos, as empresas precisam estar organizadas e possuir processos e modelos avançados de governança e gestão", conclui Martins. Já o fundador do BR Brazilian Investors e presidente do Conselho de Administração da BEX, Israel Lucas Gois, ressalta que a empresa vem, há um bom tempo, notando a presença de diversos fundos e investidores estrangeiros interessados no mercado de ISP's no Brasil, porém a complexidade e o momento de consolidação de tal segmento requerem know how e especialização, diferenciais que foram encontrados na Vispe.

"A Vispe Capital vem se destacando no mercado e se tornou a principal referência em operações de M&A para o setor no Brasil. A expertise dos sócios da Vispe, com certeza, faz toda a diferença nas operações em que atuam", finaliza Gois.

 


Credores da livraria Cultura aprovam venda do sebo online Estante Virtual

Em recuperação judicial, Cultura espera arrecadar R$ 44 milhões com o site comprado pelo grupo em 2017. 

Wi-Fi Alliance disponibiliza certificação para o Wi-Fi 6

O 802.11ax ou Wi-Fi 6 promete melhor desempenho por dispositivo, cobertura estendida, maior duração da bateria para dispositivos conectados por Wi-Fi 6 e protocolos de segurança.

Google vai pagar 1 bi de euros ao governo da França

O Google aceitou pagar cerca de 1 bilhão de euros às autoridades francesas para resolver uma investigação de fraude fiscal iniciada há quatro anos, acordo que pode criar um precedente legal para outras grandes empresas de tecnologia no país.

Internet pirata é atividade clandestina de telecomunicações

Decisão do Superior Tribunal de Justiça reafirma que fornecer Internet via rádio sem autorização da Anatel é atividade clandestina. O STJ rejeitou a tese que o equipamento era usado para comunicação restrita.

AbraHosting: ISPs tenham cuidado com os termos de uso do Microsoft SQL Server Web Edition

Entidade diz que a versão chega a custar até 17 vezes menos que uma versão Core Standard, mas que há vetos de uso significativos pela Microsoft e que estão causando penalidades aos usuários.

Revista Abranet 28 . ago/set/out 2019
Veja a Revista Abranet nº 28 O 802.11ax - ou Wi-Fi 6 - promete melhor desempenho por dispositivo, cobertura estendida, maior duração de bateria no devices conectados por ele e protocolos de segurança. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G