TELECOM

Anatel amplia frequência para serviço móvel via satélite

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/04/2019 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quinta, 25/4, uma consulta pública que prevê a destinação de parte da Banda S (2 a 4 GHz) para o Serviço Móvel Global por Satélite, modalidade que oferece telefonia celular em áreas onde não há uma infraestrutura terrestre de antenas. Ao fazê-lo, ampliou o naco previsto na proposta original e também permitiu o uso por serviços terrestres.

“Diante dos comentários recebidos na consulta e da alteração do cenário em que se encontra a Banda S, a área técnica decidiu rever a análise de impacto regulatório para incluir uma alternativa que valoriza a destinação dessa banda no Brasil, tanto para os serviços moveis via satélite como para serviços fixos e móveis terrestres, em consonância com uso internacional”, afirmou o conselheiro Aníbal Diniz, relator do caso.

Como resultado, foi destinada a faixa de 1980 a 2010 MHz e 2170 e 2200 MHz ao SGMS, SMP, SCM, STFC e SLP, portanto 30+30 MHz, que segundo Diniz “é bastante coerente com o cenário atual e corresponde às expectativas do setor para utilização eficiente do espectro”.

A destinação teve origem em um pedido da americana Echostar, que defendia uma fatia maior, de 1980 a 2025 e 2160 a 2200. Originalmente, por temer “interferências de difícil solução”, a agência avaliou destinar somente 20+20 MHz, começando em 1990 MHz e 2180 MHz. A consulta pública vai receber contribuições por 30 dias.


Internet Móvel 3G 4G
4G:Claro supera rivais em experiência de navegação. TIM tem menor latência

Operadora tem vantagem de até 10% em critério que avalia a boa experiência em serviços como streaming e vídeochamada. Em latência, combinando 3G e 4G, a TIM fica à frente.  Estudo foi feito pela empresa canadense Tutela com mais de 16 milhões de smartphones.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

TIM quer infraestrutura única para cidades com menos de 30 mil habitantes

Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, não faz sentido infraestruturas diferentes em localidades onde a receita é mais baixa. CEO da TIM, Pietro Labriola, fala em IoT como fonte nova de receita.

Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

Agência vai manter o grupo de trabalho criado para acompanhar a operadora. Também quer receber dados financeiros, fluxo de caixa atual, receitas e custos e financiamentos, além de eventuais alienações. Prazo dado à Oi para passar as informações é de 60 dias.

Uma em cada cinco conexões à internet fixa acontece por fibra óptica

Em 12 meses, proporção dos acessos registrados pela Anatel que usam a tecnologia passou de 12% para 20% do total. Cabo detém outros 30%. O Brasil contabiliza 6,33 milhões de acessos em fibra óptica. ISPs mostram força e já representam 21% do market share.

Smartphones puxam demanda global por carregadores sem fio

Segundo números da consultoria IHS Markit, em 2018 foram registrados embarques de 300 milhões de smartphones com essa tecnologia.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G