Home - Convergência Digital

11 milhões de eleitores já baixaram e-Título

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 03/05/2019

Em todo o país, mais de 11 milhões de eleitores já baixaram o e-Título, o documento digital que substitui o título de eleitor por uma versão eletrônica no armazenada no smartphone e dispensa a impressão de uma segunda via.

O e-Título pode ser utilizado inclusive na hora de votar e pode ser baixado por usuários celulares com sistema Android ou iOS, além de tablets. O aplicativo apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. Após baixá-lo, o app pede que o eleitor insira seus dados pessoais.

O aplicativo também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular.

Segundo o TSE, é importante que o eleitor fique atento à necessidade de preencher os dados pessoais exatamente como eles estão registrados no Cadastro Eleitoral, pois se houver preenchimento de alguma informação em discordância com aquela lançada no documento original, o sistema não validará o cadastro.

Se o eleitor já tiver feito o recadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais) junto à Justiça Eleitoral, a versão do e-Título virá acompanhada da foto do eleitor, o que facilitará a identificação na hora do voto. Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nesse caso, o eleitor está obrigado a levar outro documento oficial com foto para se identificar ao mesário durante a votação.

* Com informações do TSE

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/02/2020
Positivo e Smartmatic duelam por R$ 696 milhões em 180 mil novas urnas eletrônicas

03/02/2020
Empresas de TI reclamam de editais do TSE para contratação de mão de obra

28/01/2020
TSE já emitiu 17 milhões de Títulos Eleitorais digitais

21/01/2020
Positivo e Smartmatic disputam pregão de 180 mil novas urnas eletrônicas

02/12/2019
Equipe de peritos da PF quebra segurança da urna eletrônica

25/11/2019
TSE recomeça testes de segurança da urna eletrônica

12/11/2019
TSE quer Facebook, Google, Whatsapp e Twitter contra desinformação nas eleições

23/10/2019
Google, Facebook, Twitter e WhatsApp aderem a programa anti fake news do TSE

16/08/2019
TSE abre inscrições para testes de segurança na urna eletrônica

30/07/2019
TSE prevê gastar R$ 700 milhões para atualizar 180 mil urnas eletrônicas

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site