GESTÃO

Corte de R$ 5 milhões com o Serpro deixa 300 agências da Receita Federal sem internet

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/05/2019 ... Convergência Digital

A Receita Federal está orientando suas agências para o iminente corte nos links de internet contratados junto ao Serpro. Além de um processo de redução de parte delas a postos de atendimento, a justificativa é de que não há orçamento suficiente para cobrir todo o contrato com a estatal.

O objetivo é reduzir o custo mensal com esses links de R$ 9 milhões para R$ 4 milhões. Para isso, a Receita listou 301 agências, espalhadas por 23 estados,  a serem afetadas pelo corte, dentre as 482 cobertas pelo contrato. Em princípio, elas ficariam sem conexões a partir de 11/5. Mas o Serpro pediu mais tempo.

A orientação da Receita é para que as unidades afetadas substituam o Serpro por provedores privados em conexões de 10 Mbps, 20 Mbps ou 40 Mbps. Por serem contratações individuais a valores (espera-se) abaixo de R$ 500 por mês, estariam dispensadas de licitação.

Procuradas, Receita Federal e Serpro não responderam aos questionamentos sobre o impacto do corte e das soluções de contingência propostas. Informalmente, a informação é de que tratativas continuam por mudanças que reduzam os custos do contrato.

Entre as agências afetadas, a orientação preocupa pela estabilidade dos links e pelo fim do suporte incluído no contrato. A troca de fornecedor também exigiria o uso de redes privadas virtuais (VPNs) para acesso aos bancos de dados geridos pelo Serpro – embora essa seja uma solução que a própria estatal ofereça.

Por pressão das agências, o corte programado para a próxima semana foi adiado. Paralelamente, o Serpro pediu 60 dias para fornecer uma proposta alternativa de serviço. Ainda assim, a Receita segue adiante com a implementação da uma solução remota de suporte, além de manter a orientação à contratação de provedores locais – agora para daqui dois meses.


Carreira
Graduação em Ciências de Dados terá 2610 horas

Curso será ofertado pela Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV EMAp), no Rio de Janeiro. São 2610 horas de aulas. Inscrições vão até o dia 08 de outubro.

Britânia adere à inteligência artificial na gestão e nos produtos

"A nossa ideia é ter pessoas qualificadas pensando em produtos melhores e não em funções repetitivas", diz a gerente de Marketing, E-commerce e parcerias da indústria, Samanta Puglia. A executiva admitiu que essa guinada já trouxe dores, entre elas, a mudança do quadro de pessoal.

Paraná adota Inteligência Artificial em serviços ao cidadão

Os serviços desenvolvidos pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar)são as ferramentas eleitas pelo Governo do Estado para ampliar a digitalização dos serviços, revela André Telles, assessor especial de Gestão Inteligente e Inovação.

Chatbots geram 1 bilhão de mensagens por mês. São Paulo concentra o mercado

O volume de mensagens por meio de chatbots cresceu 25%, enquanto o número de empresas no setor teve elevação de 24%. Facebook Messenger lidera, mas WhatsApp avança como canal preferido.

Plataforma consumidor.gov.br atinge a marca de 2 milhões de registros

No ano passado, o índice médio de solução de conflito foi de 81%.  Projeto completa cinco anos e envolve a Secretarian Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça de São Paulo.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G