NEGÓCIOS

Hughes e Yahsat se unem para fornecer serviços de banda Ka via satélite no Brasil

Convergência Digital* ... 06/05/2019 ... Convergência Digital

A Hughes Network Systems, LLC (HUGHES), uma subsidiária da EchoStar Corporation (NASDAQ: SATS) e a Al Yah Satellite Communications Company (Yahsat), líder global em operação de satélites baseada nos Emirados Árabes Unidos, uma empresa do Mubadala Investment Company (Mubadala), anunciram nesta segunda-feira, 06/05, um acordo para criar uma joint venture para fornecer serviços de banda larga Ka via satélite no Brasil.

Essa nova joint venture combina a experiência da Hughes no fornecimento de redes e serviços satelitais no Brasil com o potencial e o forte posicionamento da Yahsat na região. A Hughes terá a maior participação na joint venture. Procurada pelo Convergência Digital, a Hughes, por meio da Assessoria de Imprensa, disse que, no momento, não tem porta-voz para falar sobre a transação.

A nova parceria vai unir Hughes do Brasil com a empresa de banda larga residencial da Yahsat, criando uma forte proposta de valor para atender à crescente demanda do mercado por uma ampla gama de serviços de banda larga, incluindo acesso à internet ao consumidor, redes corporativas, backhaul de celulares e soluções de hotspots de Wi-Fi comunitário.

A joint venture une a capacidade de banda Ka satelital de mais de 65 Gbps das empresas por meio dos satélites de alta transferência (HTS) Hughes 65 West, Hughes 63 West e Al-Yah 3, alcançando mais de 95% da população brasileira. Também inclui os três gateways de Hughes e Yahsat no Brasil. Além da presente capacidade combinada, a joint venture vai aumentar a capacidade do satélite de última geração JUPITER™ 3 Ultra High Density Satellite (UHDS), conhecido como EchoStar XXIV, previsto para ser lançado em 2021.

Em 2018, a Hughes e a Yahsat lançaram uma joint venture para fornecer serviços de banda larga via satélite no Oriente Médio, na África e no Sudeste Asiático.  A conclusão dessa transação está sujeita à aprovação dos órgãos regulatórios e outras condições habituais, de modo que a expectativa é que ocorra ainda neste ano.


Cloud Computing
Augmented Analytics: a próxima onda na análise dos dados

Solução, de acordo com o Gartner, será responsável por mais uma disrupção no mercado de dados. A consultoria indica ainda que Inteligência Artificial (IA) explicável e inteligência contínua vão mudar o mercado nos próximos cinco anos.

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Venda das impressoras de cupom fiscal, principal ativo da Bematech, ficou em R$ 25 milhões e foi feita para a Elgin. Em 2015, a TOTVS investiu R$ 550 milhões na companhia apostando nas vendas combinadas. Os ativos de software foram mantidos pela TOTVS.

SAP e Apple: privacidade dos dados é uma das questões mais importantes do século

"O telefone que você tem no agora no seu bolso tem mais dados sobre você do que em sua casa inteira — se alguém invadir a casa vai saber uma fração do que seu smartphone sabe", advertiu Tim Cook, presidente da Apple. SAP reconstruiu aplicativos móveis para integração total com os dispositivos da Apple.

Guinada digital faz bancos mudarem a maneira de comprar TICs

As instituições financeiras cada vez mais investem no modelo de serviços e no desenvolvimento de aplicações para os clientes, diz o diretor de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Mobile banking vira canal preferido do correntista e chega a dois dígitos na movimentação financeira.

Bancos investiram R$ 19,6 bi em TI. Software e Serviços responderam por R$ 10,1 bi

Segmento financeiro segue sendo o maior comprador de TI no Brasil, ao lado do governo federal. Hoje, de cada 10 transações, com ou sem movimentação financeira, seis são feitas por meios digitais. nuvem, big data, analytics e IA são estrelas.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G