Home - Convergência Digital

Teles dos EUA são processadas por venderem geolocalização dos clientes

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 06/05/2019

Quatro ações coletivas foram abertas nos Estados Unidos contra cada uma das quatro grandes operadoras de celular do país, AT&T, Verizon, T-Mobile e Sprint. São processos que buscam reparações aos 300 milhões de usuários de telefonia móvel, que acusam as teles de venderem dados de localização a terceiros.

As ações alegam que as empresas violaram a legislação americana, além de suas próprias promessas, pelo compartilhamento dos dados de geolocalização fornecidos pelos smartphones, em uma “disseminação não autorizada dos dados a terceiros, inclusive, mas não apenas, agregadores de dados que por sua vez podem usar ou revender as informações de geolocalização”.

Grosso modo, as ações coletivas representam todos os usuários de telefonia celular entre 2015 a 2019 nos EUA, sendo cerca de 100 milhões na AT&T, 100 milhões na Verizon, e 50 milhões em cada uma de T-Mobile e Sprint. Os valores das reparações serão discutidos ao longo do julgamento.

Para sustentar as violações à privacidade, as ações recuperam promessas feitas ainda em 2018 pelas quatro operadoras no sentido de que não mais venderiam os dados de geolocalização de seus clientes depois que vários foram vazados. Apesar disso, uma investigação da revista digital Motherboard mostrou que em janeiro deste 2019 a prática continuava em vigor.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/07/2019
Mais de 620 mil consumidores pedem bloqueio de telemarketing

16/07/2019
Amazon oferece US$ 10 por dados de navegação dos clientes

10/07/2019
Vetos confrontam Congresso e enfraquecem proteção dos Dados

08/07/2019
Cadastro positivo entra em vigor, mas sem regulamentação do Banco Central

04/07/2019
Em três anos, 75% das bases de dados estarão na nuvem

04/07/2019
STJ manda Google entregar dados de pessoas que estariam próximas a crime

02/07/2019
ONU, com Brasil no processo decisório, decide não banir spyware comerciais para Governo

27/06/2019
Sete em cada 10 empresas admitem não ter controle direto sobre seus dados

19/06/2019
STF decide em novembro se é legal compartilhamento de dados entre Receita e MP

03/06/2019
Justiça diz que uso de dados do Banco Central sem avisar cliente gera dano moral

Destaques
Destaques

Varejo x bancos: carteira digital vira superaplicativo

Superados os obstáculos iniciais, mercado não financeiro acelera estratégia para ficar com preferência dos consumidores.

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site