TELECOM

Oi espera arrecadar até R$ 7 bilhões com venda de ‘ativos não estratégicos’

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/05/2019 ... Convergência Digital

Ainda em processo de recuperação judicial, a Oi apresentou nesta terça-feira, 14/5, nova queda generalizada de receitas, tanto no segmento residencial quanto em mobilidade. No primeiro trimestre deste 2019, o faturamento líquido foi de R$ 5,08 bilhões, 4,3% abaixo do trimestre anterior e 9,5% menor que o mesmo período de 2018.

“Temos um impacto grande de concorrentes locais de menor porte. Passamos por um período de queda nos investimentos e provedores locais têm aproveitado essa oportunidade para oferecer produtos competitivos e têm tido sucesso em avançar sobre nossa base de cobre. Mas estamos acelerando fibra e esperamos melhoria substancial no médio para longo prazo, com impacto na receita total”, afirmou o vice-presidente financeiro, Carlos Brandão.

A fibra, como reafirmado na teleconferência de resultados, realizada nesta terça-feira, 14, é o cerne da estratégia da tele nacional para recuperar o terreno perdido e criar condições de reencontro com o crescimento. Foi o principal componente do R$ 1,7 bilhão de investimentos entre janeiro e março, um terço da receita líquida, dentro do plano que prevê encerrar 2019 em cerca de R$ 7 bilhões, valor que a Oi espera repetir em 2020.

Para esse montante, pesaram os R$ 4 bilhões do aumento de capital realizado em obediência ao plano de recuperação. E nessa equação, a empresa confia em ganhar fôlego para o futuro próximo com a venda de “ativos não estratégicos”. “Esperamos vender ativos não essenciais. Temos ativos a serem monetizados. O Bank of America está trabalhando nisso. Entre R$ 6 bilhões a R$ 7 bilhões de ativos não centrais devem ser monetizados”, completou.

A Oi tem 1,7 milhão de casas passadas com fibra, 145 mil conectadas, uma ocupação de 8,7%. “O projeto de fibra é o guarda-chuva estratégico para os vários segmentos. A fibra no acesso será o principal motor de crescimento, não só no mercado residencial, mas para B2B, como principal provedor de serviços com a chegada do 5G. A Oi, com 360 mil km de fibra, tem uma vantagem única para massificar a fibra no país e capturar oportunidades desse mercado”, disse Brandão. A mira são potenciais 32 milhões de casas passadas e entre 30% a 35% de ocupação.

A companhia reconhece, no entanto, que o impacto financeiro da estratégia ainda leva algum tempo. Enquanto isso, ainda amarga resultados negativos. No segmento residencial, a receita de R$ 1,8 bi foi 14,6% menor que os R$ 2,2 bilhões do primeiro trimestre de 2019 e 6,1% abaixo do trimestre imediatamente anterior. O mesmo se deu em mobilidade pessoal, onde R$ 1,7 bilhão representou queda de 3,9% no ano e 3,8% no trimestre. No corporativo, R$ 1,4 bilhão entre janeiro e março de 2019, queda de -8,4% no comparativo anual e 1,1% no trimestral. A empresa encerrou março com R$ 6,2 bilhões em caixa (+35,5% sobre o trimestre anterior) e dívida líquida de R$ 10,1 bilhões, valor 38,3% acima de um ano antes.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Sem definição no Senado, Carlos Baigorri assume como substituto na Anatel

Nome do superintendente de Outorgas e Recursos à Prestação da agência continua à espera de sabatina, desde outubro de 2019, pela Comissão de Infraestrutura.

Oi, Oi Futuro e Ministério da Cidadania integram Tecnologia à história das Telecomunicações

Espaço MUSEHUM-Museu das Comunicações e Humanidades - utiliza novas tecnologias como realidade vritual, 3D, celular e games para reportar a trajetória do mercado brasileiro.

MPF usa analytics para fiscalizar telefonia móvel

Câmara do Consumidor e da Ordem Econômica do Ministério Público Federal usa ferramenta que compila dados da Anatel para orientar promotores em cidades com “índices críticos”. 

Rede de IoT da American Tower atinge 220 cidades

Segundo a empresa, rede IoT/LoRaWAN trafegou mais de 1,7 bilhão de mensagens no ano passado, especialmente, nos segmentos de gestão de frota e ativos.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G