Home - Convergência Digital

Vivo Empresas fornece IoT para rastrear 2000 veículos da Ezentis

Convergência Digital* - 16/05/2019

A Vivo Empresas, segmento B2B da Telefônica Brasil, firmou um contrato, de cerca de R$ 3 milhões, com a Ezentis Serviços, Engenharia e Instalação de Comunicações, filial brasileira do grupo espanhol Ezentis, especializado em tecnologia e comunicações, para colocar chips M2M em 2000 veículos da companhia. O serviço fará não somente o controle da frota no que diz respeito às rotas, localização e contenção de roubos, mas também vai acompanhar a execução do trabalho dos técnicos, garantindo máxima eficiência em seus serviços.

“Através do serviço de gestão de frotas, conseguimos endereçar de maneira completa as necessidades do negócio do cliente, possibilitando ganhos em segurança e produtividade. Adicionalmente, a solução também contempla a instalação de câmeras nos veículos, o que permitirá redução de custos com questões trabalhistas”, explica o Gerente Sênior de Marketing, Produtos e Inovação B2B da Vivo, Diego Aguiar.

O Vivo Frota Inteligente é uma solução completa para frotistas que precisam aumentar sua taxa de disponibilidade com foco em atender melhor o seu cliente final, controlar melhor os condutores autorizados, saber por onde circulam os veículos e como são dirigidos, e com isso identificar as oportunidades de melhoria. Uma solução composta não somente pela conectividade embarcada, mas também pelos dispositivos instalados, além de uma plataforma de gestão e controle em tempo real que possibilita ao administrador acompanhar o desempenho da sua frota. O cliente também conta com uma gama completa de serviços de campo e suporte especializado 24x7.

A Internet das Coisas é uma linha de negócio relevante para a Vivo. Atualmente, no segmento B2B, as ofertas e produtos de conectividade gestionada (M2M), Big Data e IoT caminham juntos para proporcionar aos clientes corporativos soluções integradas de alto valor ao seu negócio, aderentes às necessidades das empresas. Hoje, a Internet das Coisas é transversal à estratégia de negócios da Vivo, e as oportunidades no mercado brasileiro são gigantescas: telemetria veicular, gestão de frotas, segurança, cidades inteligentes, eficiência energética, agronegócio, dentre outras inúmeras possibilidades.

“IoT já se mostra como um pilar estratégico no processo de digitalização das empresas, garantindo maior produtividade e otimização de custos. Somos líderes no mercado brasileiro de conectividade gestionada com nossa plataforma Vivo Kite, que possibilita aos nossos clientes gerenciamento completo de suas linhas. Essa experiência suporta nossa evolução na camada de valor em todo o ecossistema de soluções IoT, incluindo o segmento de gerenciamento de frotas”, explica Diego.

Atualmente, a Vivo conta com mais de oito milhões de dispositivos conectados no segmento M2M-IoT - do qual segue líder de mercado com 42% de Market Share - sendo que mais da metade desses dispositivos são gerenciados na plataforma Vivo Kite.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

01/07/2020
ConectarAgro quer 13 milhões de hectares na área rural com conexão 4G até o fim de 2021

29/06/2020
Senador pede regime de urgência para IoT para acelerar geração de emprego e renda

23/06/2020
Indicator Capital vai gerir fundo de IoT do BNDES e Qualcomm Ventures

16/06/2020
Startup pernambucana capta R$ 3,5 milhões e investe para expandir IoT na saúde

12/06/2020
Bayer dá acesso gratuito a ferramenta de coleta de dados para agricultura digital

10/06/2020
Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

08/06/2020
Centro de Operações Rio usa rede neutra IoT da American Tower

08/06/2020
TIM inicia piloto de IoT e IA para monitoramento de granjas da JBS

15/04/2020
Internet das Coisas: Quase 30% das empresas sofreram incidentes de segurança

25/03/2020
Brasil contabiliza 19% dos projetos de IoT em produção na América Latina

Destaques
Destaques

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site