Home - Convergência Digital

Leilão 5G na Alemanha já supera 6 bilhões de euros

Da redação - 24/05/2019

O leilão de frequências 5G da Alemanha, agora em sua 10ª semana, levantou 6 bilhões de euros. O montante acumulado em um recorde de 405 rodadas de ofertas para os 41 blocos oferecidos excedeu as previsões. Na disputa, as operadoras se esforçam para garantir espectro suficiente para oferecer serviços que permitem desde operação de fábricas inteligentes ao acesso super rápido à internet em residências.

A líder de mercado, a Deutsche Telekom, reclamou que o regulador forçou a alta dos preços, oferecendo muito pouco espectro, mas ainda assim lidera em 13 dos blocos. A concorrente Vodafone está à frente de 12 blocos. Em seguida aparece a Telefonica Deutschland em oito, de acordo com os resultados do leilão publicados pela Agência Federal de Rede (BNetzA).

A nova entrante 1&1 Drillisch, uma operadora virtual controlada pela United Internet, lidera em oito blocos, enquanto o bilionário e presidente-executivo, Ralf Dommermuth, persegue seu sonho de criar a quarta operadora da Alemanha. Drillisch e United Internet anunciaram reduções no pagamento de dividendos para terem recursos para continuarem no leilão.

O modelo alemão de licitação - que valoriza a arrecadação - é olêmico. Dirigentes da indústria dizem que os custos inflacionados do leilão prejudicarão a capacidade do setor em investir os bilhões de euros necessários para a construção das redes 5G, como aconteceu com a Itália, que também valorizou arrecadação à infraestrutura. Modelos alemão e italiano diferem do proposto no Brasil, onde o mercado sugere um leilão com viés de cobertura e não arrecadatório, como foram os outros leilões de frequência no País. O leilão do 5G no Brasil está agendado para acontecer no primeiro trimestre de 2020.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/09/2020
Telcomp vai ao STF contra leis que impedem antenas a 50 metros de residências em São Paulo

16/09/2020
Vale vai investir em laboratório 5G

15/09/2020
5G vai atrasar se teles tiverem que pagar limpeza da Banda C

10/09/2020
Minicom: Governo Bolsonaro não vai intervir na venda dos ativos da Oi

10/09/2020
5G avança sobre espectro não licenciado

10/09/2020
Brasil: No 5G, não feche as portas à China e aos EUA

08/09/2020
Qualcomm: 5G vai mudar o uso da computação em nuvem

08/09/2020
5G precisa garantir segurança jurídica aos investimentos, diz Minicom

08/09/2020
Brasil não pode perder bonde da história com 5G, diz Hamilton Mourão

02/09/2020
Open RAN cresce a taxas de dois dígitos e vai chegar a US$ 5 bilhões em 2024

Destaques
Destaques

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e o 5G está acontecendo, advertiu o consultor sênior da Omdia, Ari Lopes. Governo terá de decidir se busca investimentos de longo prazo ou de curto prazo. Omdia prevê um impacto de US$ 1,1 trilhão no Brasil de 2021 a 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site