SEGURANÇA

Caça a fraudadores de criptomoedas bloqueou quase 3 mil contas no Grupo Bitcoin Banco

Convergência Digital ... 05/06/2019 ... Convergência Digital

O Grupo Bitcoin Banco (GBB) concluiu a primeira etapa da perícia realizada em suas quatro plataformas. Foram analisados, até o momento, 3 milhões de registros sobre operações de compra e venda de criptomoedas, e identificadas 19.896 transações suspeitas de fraude. No dia 24 de maio, a Delegacia de Estelionato de Curitiba recebeu denúncia da instituição sobre um esquema de fraude que vinha fazendo saques duplicados, valendo-se de uma vulnerabilidade na plataforma de operações de compra e venda de criptomoeda.

Segundo ainda as investigações,apenas um dos fraudadores conseguiu sacar R$ 2 milhões ilegalmente, mas o montante total do golpe deve chegar a R$ 50 milhões assim que todos os nomes envolvidos forem identificados. Para isso, os técnicos estão consultando toda a base de dados e movimentações feitas nos últimos três meses nas exchanges NegocieCoins, TemBTC e BATExchange, que somam mais de 100 mil clientes.

A plataforma do Grupo Bitcoin Banco segue em perícia e desde então 2568 contas suspeitas foram bloqueadas. Os CPFs  correspondentes a essas contas foram informados para a polícia. O prazo para conclusão da perícia interna do GBB é de até 30 dias úteis. No decorrer da análise, serão liberadas as contas em que não ficar comprovado envolvimento na fraude. Uma equipe exclusiva do Grupo Bicoin Banco está tratando da perícia e levantando dados para clientes e polícia civil.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Sistemas sem suporte rodam em mais de 40% dos PCs

Pesquisa da empresa de segurança Kaspersky diz que mais popular é Windows 7, que ficará sem suporte em três meses. Grandes, pequenas e microempresas continuam usando versões como XP ou Vista. 

Crimes cibernéticos: Brasil é passível de represália por não assinar Convenção de Budapeste

O consultor em Segurança Cibernética e professor da pós-graduação da Universidade UniCarioca, Guilherme Neves, adverte que o País está atrasado e erra ao não aderir à um tratado global de defesa cibernética.

TSE convoca profissionais de TI para testar segurança das urnas eletrônicas

Evento ocorrerá no período de 25 a 29 de novembro, na sede do TSE, em Brasília. Inscrições vão, agora, até o dia 22 de setembro.

Brasil perdeu mais de R$ 80 bilhões com ataques cibernéticos em 12 meses

O País, hoje, é o segundo do mundo onde ocorrem mais perdas econômicas por conta das ações dos hackers, revelou o coronetl Arthur Sabbat, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G